Topo

Jesus sinaliza "fico" no Fla e já define até perfil de reforços para 2020

Jorge Jesus sinaliza aos mais próximas que ficará no Flamengo em 2020 e já planeja o elenco que deseja ter nos próximos meses - Thiago Ribeiro/AGIF
Jorge Jesus sinaliza aos mais próximas que ficará no Flamengo em 2020 e já planeja o elenco que deseja ter nos próximos meses
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Jeremias Wernek e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em Porto Alegre e São Paulo

20/11/2019 04h00

Jorge Jesus não tira da cabeça o duelo do próximo sábado (23), contra o River Plate, em que sonha levar o Flamengo ao título da Copa Libertadores da América. Dias antes da semana decisiva do torneio sul-americano, no entanto, o treinador dividia sua atenção: parte na reta final Campeonato Brasileiro e outra parte já mirava também o planejamento para 2020.

Com contrato até o meio do próximo ano, o comandante rubro-negro já sinalizou a pessoas próximas que ficará na Gávea na temporada que vem. Diante disso, começa a pensar até no perfil de reforços que pretende para seu time.

Com uma sinalização da diretoria de que a próxima janela deverá ter gastos menores, desacelerando o investimento de 2019, o treinador português observa atentamente o mercado brasileiro.

Em conversas informais, ele costuma citar que "quando se compete com poucos, a estratégia é tirar o melhor dos outros", deixando claro que pode reforçar o Flamengo ao mesmo tempo em que desfalca rivais nacionais, segundo apurou o UOL Esporte.

E se Jesus só pensa no River durante esta semana, a diretoria é quem se divide agora. Ciente das preferências do treinador, membros da cúpula rubro-negra já se movimentam nos bastidores em negociações por reforços. Em silêncio, o Flamengo age nas mesas com empresários brasileiros enquanto o treinador foca nas decisões por títulos em campo.

E mesmo trabalhando para reforçar o time dentro do perfil que Jorge Jesus julga ser o mais adequado para a virada do ano, a diretoria acompanha o treinador. Se hoje o português sinaliza o desejo de ficar a qualquer custo, em um mês a conversa por valores para 2020 pode ser alterada - em que pese a manutenção.

Perto do título brasileiro, o "Mister" trabalha pela sonhada Libertadores e mira até mesmo um Mundial de Clubes em dezembro. Uma trinca de taças poderia mudar o status do técnico e, quem sabe, dos reforços. Por ora, no entanto, Jesus fica. E quer reforços do mercado nacional por perto.

Flamengo