Topo

Brasileirão - 2019


Brasileirão tem média de gols inferior à das ligas de Bolívia e Romênia

Gabriel Barbosa, o Gabigol, é o artilheiro do Brasileirão com 21 gols nesta temporada - Thiago Ribeiro/AGIF
Gabriel Barbosa, o Gabigol, é o artilheiro do Brasileirão com 21 gols nesta temporada Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

13/11/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Campeonato Brasileiro tem média de 2,27 gols por partida
  • Número é inferior ao de uma liga periférica como a da Polônia
  • Na América do Sul, só ficamos à frente do Campeonato Argentino
  • Franceses e portugueses também têm números baixos nesta temporada

O UOL Esporte fez um levantamento* sobre média de gols de 37 ligas nacionais espalhadas pelo mundo. E o número apresentado pelo Campeonato Brasileiro, até a 32ª rodada, causa espanto: temos a 33ª pior média nesse ranking, que levou em conta ligas de países periféricos do futebol, como Polônia, Romênia e Bolívia.

Os bolivianos estão entre as principais surpresas da pesquisa, já que aparecem com a melhor média entre os sul-americanos e com a terceira no geral. Contando somente os países da Conmebol, a ordem é: Bolívia, Equador, Uruguai, Chile, Peru, Venezuela Paraguai, Colômbia, Brasil e Argentina.

A liderança geral é do Campeonato Austríaco, com média de 3,58 gols por partida. E esse número elevado tem um responsável direto: o Red Bull Salzburg, time que tem o artilheiro desta edição da Liga dos Campeões da Europa (Haaland, com sete gols) e que já balançou as redes 56 vezes em 14 rodadas na liga nacional — média de 4 tentos por jogo.

No Brasileirão, o melhor ataque é do Flamengo, com 68 gols em 32 partidas, para média de 2,12. A marca dos rubro-negros é superior à da Juventus, com 1,66, líder do Campeonato Italiano, mas fica atrás do primeiro colocado nos Emirados Árabes Unidos. O Sharjah tem 2,71 de média de gols.

*A pesquisa levou em conta os 30 países mais bem ranqueados na Fifa, as ligas integrantes da Conmebol, além dos campeonatos de Arábia Saudita, Emirados Árabes e China, potências financeiras. Confira:

3,57 no Campeonato Austríaco
3,37 no Campeonato Holandês
3,29 no Campeonato Boliviano
3,22 no Campeonato Alemão
3,07 na MLS, dos EUA
3,05 no Campeonato Chinês
2,97 no Campeonato dos Emirados Árabes
2,96 no Campeonato Suíço
2,94 no Campeonato Belga
2,90 no Campeonato Dinamarquês
2,88 no Campeonato Mexicano
2,84 no Campeonato Italiano
2,83 no Campeonato Inglês
2,83 no Campeonato Eslovaco
2,78 no Campeonato Saudita
2,72 no Campeonato Equatoriano
2,71 no Campeonato Sueco
2,70 no Campeonato Uruguaio
2,70 no Campeonato Croata
2,69 no Campeonato Romeno
2,65 no Campeonato Chileno
2,63 no Campeonato Japonês
2,57 no Campeonato Peruano
2,56 no Campeonato Ucraniano
2,54 no Campeonato Espanhol
2,48 no Campeonato Polonês
2,43 no Campeonato Venezuelano
2,41 no Campeonato Paraguaio
2,40 no Campeonato Russo
2,37 no Campeonato Português
2,36 no Campeonato Francês
2,30 no Campeonato Colombiano
2,27 no Campeonato Brasileiro
2,24 no Campeonato Argentino
2,15 no Campeonato Tunisiano
2,01 no Campeonato Iraniano
1,99 no Campeonato Senegalês