Topo

Brasileirão - 2019


Santos tem zagueiro expulso, mas segura resultado e vence o Avaí

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

06/11/2019 22h52

O Santos venceu o Avaí na noite de hoje (6), na Ressacada, pelo placar de 2 a 1, em duelo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols do Peixe foram marcados por Eduardo Sasha e Marinho. João Paulo descontou com um golaço para os donos da casa.

Com o resultado, o Santos chegou a 61 pontos na terceira colocação do torneio e segue firme em busca da vaga direta para a Libertadores do ano que vem. Já o Avaí continua com 17, na lanterna da competição e cada vez mais perto da Série B.

O próximo desafio do Peixe é frente ao Goiás, no Serra Dourada, neste sábado, às 17h. Já o Avaí vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Botafogo na segunda-feira, às 20h.

Quem foi bem: Marinho

Foi o camisa 11 quem chutou a bola que desviou na defesa e sobrou para Sasha abrir o placar. Depois foi o Marinho que fez fila pelo lado direito da defesa do Avaí e acertou belo chute de fora da área para ampliar o marcador. O atacante vive talvez sua melhor fase desde que chegou ao Santos. No segundo tempo caiu de produção, como o restante do time, e mudou de lado no campo para ajudar na marcação com um homem a menos.

Quem foi mal: Felipe Jonatan

Improvisado no meio-campo, o lateral-esquerdo esteve tímido no jogo. Ele não conseguiu auxiliar na criação de jogadas, se aproximando de Jorge e Soteldo como costuma fazer quando atua por ali. Acabou substituído no intervalo.

Atuação do Santos: Peixe abre placar, mas intensidade cai

O Santos começou com dificuldades para entrar na linha de cinco defensiva do Avaí, mas conseguiu abrir o placar logo cedo em bola parada ensaiada, contando com o oportunismo de Eduardo Sasha. Depois, ampliou em jogada individual de Marinho. No entanto, a partir daí deixou a intensidade cair e viu o Avaí diminuir.

Jogo do Avaí: Gol cedo força Avaí a mudar estratégia

O time catarinense entrou com uma autêntica linha de cinco atrás e com meias defensivos postados logo à frente. O intuito era segurar o ímpeto santista e vinha dando certo até a bola parada mudar a história logo aos oito minutos. Forçado a ir atrás do resultado, o técnico Evando mexeu antes dos 30 minutos, tirando um zagueiro e colocando um meia. A alteração surtiu efeito e ainda teve estrela, já que o próprio atleta que entrou em campo, João Paulo, anotou um golaço para o Avaí.

Cronologia do jogo

O Santos abriu o placar logo aos oito minutos em jogada ensaiada. Sánchez cobrou escanteio rasteiro, Felipe Jonatan fez o corta-luz e Marinho pegou de primeira da meia-lua da área. A bola desviou na zaga do Avaí e se ofereceu para Eduardo Sasha marcar seu 12º gol no Brasileirão. Aos 24 minutos, o Peixe ampliou em jogada individual de Marinho, que trouxe para dentro e soltou a bomba de pé esquerdo para anotar belo gol.

O Avaí acordou ainda na primeira etapa. Léo cruzou para a área, a zaga santista cortou parcialmente e João Paulo acertou um chute de rara felicidade da entrada da área no ângulo do goleiro Everson, que nada pôde fazer.

O Santos voltou com Alison para fortalecer o sistema defensivo, mas aos 16 minutos perdeu o zagueiro Gustavo Henrique expulso após matar contra-ataque em que Vinícius Araújo saiu sozinho desde seu próprio campo. Soteldo saiu para a entrada de Luiz Felipe para recompor o sistema defensivo e o Peixe conseguiu segurar o ímpeto dos catarinenses. Já perto dos 40 minutos, o Avaí perdeu o lateral Léo também por expulsão.

FICHA TÉCNICA
Avaí 1 x 2 Santos

Data: 06/11/2019 (quarta-feira)
Horário: 21h (de Brasília)
Local: Ressacada, em Florianópolis (SC)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Gols: Eduardo Sasha, aos 8 minutos do primeiro tempo, Marinho aos 24 minutos do primeiro tempo; João Paulo, aos 35 minutos do primeiro tempo
Amarelos: Luanderson, Léo, Richard Franco, Igor Fernandes e Gegê; Gustavo Henrique e Luiz Felipe
Vermelhos: Léo; Gustavo Henrique

Avaí: Lucas Frigeri; Léo, Eduardo Kunde, Betão, Zé Marcos (João Paulo) e Igor Fernandes; Richard Franco, Pedro Castro, Julinho (Vinícius Araújo) e Luanderson (Gegê); Jonathan. Técnico: Evando Camillato.

Santos: Everson; Pará, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Jorge; Diego Pituca, Felipe Jonatan (Alison) e Sánchez (Derlis González); Marinho, Soteldo (Luiz Felipe) e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli.