Topo

Esporte


Argentina faz 6 a 1 no Equador e chega a cinco jogos seguidos sem derrota

José Jordan/AFP
Imagem: José Jordan/AFP

Do UOL, em São Paulo

13/10/2019 12h58

Enquanto o Brasil empatou hoje com a Nigéria por 1 a 1 e chegou a quatro jogos sem vencer, a Argentina tem motivos de sobra para comemorar. Depois de empatar por 2 a 2 com a Alemanha na quarta-feira, a seleção alviceleste enfrentou hoje o Equador em novo amistoso e, sem Lionel Messi, goleou sem dificuldades: 6 a 1, com três gols em cada tempo. Os equatorianos fizeram na etapa final.

A partida foi realizada no estádio Manuel Martínez Valero, em Elche (Espanha). Com o resultado, os argentinos chegaram a cinco partidas seguidas sem derrotas - o último tropeço foi o 2 a 0 diante do Brasil nas semifinais da Copa América. Desde então, a equipe enfrentou Chile (2 a 1 na disputa de terceiro lugar da Copa América e 0 a 0 em amistoso) e México (vitória por 4 a 0), além dos alemães e dos equatorianos.

O primeiro gol do jogo de hoje saiu logo aos 20 minutos da etapa inicial: após escanteio cobrado pela esquerda, Lucas Alario subiu mais alto que a defesa e mandou de cabeça para as redes.

Sete minutos depois, Marcos Acuña recebeu longo lançamento na esquerda, disparou e alcançou; na sequência, o camisa 8 tentou cruzar, mas a bola desviou em Jhon Espinoza e enganou o goleiro Pedro Ortiz.

Aos 31, Acuna tentou novo cruzamento pela esquerda, mas Lautaro Martínez foi derrubado dentro da área por Darío Aimar - pênalti, que Leandro Paredes bateu forte para converter: 3 a 0.

No segundo tempo, logo aos 4 minutos, o Equador chegou a descontar com categoria: Ángel Mena bateu falta da esquerda e surpreendeu o goleiro Agustin Marchesin. Mas a Argentina não se abateu: aos 22, Paulo Dybala cobrou falta pela esquerda e mandou para Germán Pezzella, que apareceu na área para cabecear e fazer o quarto gol.

Para fechar a goleada, aos 37 min, Nicolás Domínguez - que havia entrado no lugar de Lucas Alario - aproveitou a sobra de bola na entrada da área após cobrança de falta e bateu rasteiro, fazendo 5 a 1. Cinco minutos depois, Matías Vargas chutou forte, Pedro Ortiz defendeu, mas Lucas Ocampos aproveitou o rebote e mandou para o gol.

"Equador, país de paz"

Jose Jordan/AFP
Imagem: Jose Jordan/AFP

Os jogadores do Equador entraram em campo e posaram com uma faixa que trazia os dizeres "Equador, país de paz". Trata-se de uma manifestação a respeito dos protestos dos últimos dias no país, que levaram a Conmebol inclusive a adiar jogos da Libertadores feminina, disputada em solo equatoriano.

Esporte