Topo

"Coisas no Palmeiras são sérias", diz Galiotte, sobre aluguéis de Mattos

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

13/10/2019 00h33

Resumo da notícia

  • Diretor de futebol do Palmeiras aluga imóveis para funcionários da comissão técnica
  • Ele também é quem autoriza aumentos de auxílio-moradia dos empregados do clube
  • Segundo Maurício Galiotte afirmou hoje, este tema "não diz respeito ao Palmeiras"
  • Presidente disse que é um processo técnico e que pessoas querem "destruir"
  • Mattos viu o jogo de ontem (12) no Pacaembu, mas não apareceu publicamente

O Blog do Perrone, do UOL Esporte, revelou ontem (12) que o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, aluga dois imóveis de sua propriedade para integrantes da comissão técnica do clube que ganham auxílio-moradia - o benefício passa pela solicitação do dirigente, o que pode ser visto como um problema ético ou conflito de interesses. Logo depois da vitória palmeirense por 1 a 0 contra o Botafogo, no Pacaembu, o presidente Maurício Galiotte saiu em defesa do dirigente.

"É um tema tratado no RH e com vários outros. É validado pelo diretor de RH, pelo diretor administrativo. Aumento de salário, ajuda de moradia, tudo passa por um processo técnico. As coisas no Palmeiras são sérias. Ainda que algumas pessoas esqueçam, a gente não chegou neste patamar sem trabalho, sem seriedade, sem dedicação. Fizemos com muito suor. Este é um assunto que não diz respeito ao Palmeiras", afirmou Galiotte na saída do estádio.

Alexandre Mattos acompanhou o jogo nas tribunas do Pacaembu e não apareceu na zona mista. Ele também não chegou junto com a delegação ao estádio por precaução. Não há uma ameaça imediata ao emprego do diretor de futebol, segundo o presidente do Palmeiras: "Este tipo de tema não diz respeito à Sociedade Esportiva Palmeiras. Eu sou presidente do clube e não vou responder sobre a situação de aluguel. O Alexandre iniciou conosco em 2015, líder da reestruturação do futebol. Em seis anos, conquistou cinco títulos nacionais, reformulou a base, e somos os atuais campeões brasileiros", afirmou Galiotte, antes de novo desabafo.

Dirigente não chegou ao Pacaembu com a delegação e viu jogo em lugar reservado por precaução  - Cesar Greco/Palmeiras/Divulgação
Dirigente não chegou ao Pacaembu com a delegação e viu jogo em lugar reservado por precaução
Imagem: Cesar Greco/Palmeiras/Divulgação

"É bom lembrar as pessoas, porque parece que tem um objetivo maior de destruir aquilo que o Palmeiras construiu, e construímos com muito trabalho. É difícil chegar no estágio que chegamos, extremamente complexo, mas chegamos. Também sou torcedor, sempre queremos mais, mas somos o segundo colocado no Brasileiro hoje, o atual campeão, e eu como comandante deste projeto grandioso tenho de pensar muito bem onde queremos chegar. E tenho certeza que queremos muito mais. Importante todos terem ciência que as coisas no Palmeiras se resolvem de maneira técnica, a gente tem projeto. Temos processos."

O auxiliar técnico Andrey Lopes e o preparador de goleiros Oscar Sevory Nunes Rodriguez moram em apartamentos comprados neste ano por Mattos na vizinhança do CT do Palmeiras. Antes de se tornarem inquilinos de seu chefe, eles receberam, a partir do pedido de Mattos, aumento no auxílio-moradia que já ganhavam. De dezembro do ano passado até agora foram feitos 16 pedidos de reajuste de auxílio-moradia e apenas cinco foram negados.

Palmeiras