Topo

Futebol


Denílson diz que não convocaria Neymar: "Não é um bom momento"

Reprodução
Imagem: Reprodução

João Victor Miranda

Do UOL, em São Paulo

16/08/2019 12h15

Na edição de hoje (16) do Jogo Aberto, Denílson analisou a convocação da seleção brasileira para os amistosos da seleção brasileira contra Colômbia e Peru, em setembro. Na opinião do comentarista, Neymar poderia ter ficado de fora da lista.

Denílson pontuou que o atacante do PSG não está jogando há algum tempo e que, além disso, não precisa de amistosos para se provar na seleção, já que, provavelmente fará parte da equipe que disputará a próxima Copa do Mundo. Para o lugar de Neymar, o ex-jogador afirmou que levaria Gabigol.

"Eu, particularmente, não teria convocado o Neymar. Teria levado o Gabigol, que é o artilheiro do Brasil nos últimos dois anos. Já que levou o Bruno Henrique, poderia ter levado o Gabigol também. Neymar não tem que provar se merece estar na seleção ou não. Provavelmente vai estar na próxima Copa do Mundo. Além disso, já faz um tempo que ele não está jogando. Não tem a ver com a situação dele ficar ou não no PSG, mas ele não está jogando. Concordo que não dá pra abrir mão pelo talento, mas não é um momento bom", opinou.

O comentarista também analisou outras opções do treinador, elogiando a convocação de Samir e de Ivan, e criticando a ausência de Renan Lodi, lateral esquerdo do Atlético de Madri.

"O Renan Lodi seria um bom nome no lugar do Jorge. Sobre o Ivan, concordo que a convivência com a seleção brasileira é importante para amadurecer para o crescimento[...]. Da mesma forma que ele convocou o Militão pensando na lateral direita, o Samir também pode fazer a lateral esquerda. E aí, eu elogio a comissão técnica por monitorar os jogadores mais jovens que estão fora do país. Eu mesmo já não lembrava do Samir, que é titular da Udinese", declarou Denílson.

Mais Futebol