Topo

Inter marca no último minuto, vence o Nacional e larga em vantagem

Paolo Guerrero, durante partida entre Internacional e Nacional - REUTERS/Andres Stapff
Paolo Guerrero, durante partida entre Internacional e Nacional Imagem: REUTERS/Andres Stapff

Do UOL, em Porto Alegre

24/07/2019 21h09

O Internacional marcou no último minuto e venceu o Nacional por 1 a 0, hoje (24), no estádio Parque Central, em Montevidéu. Com gol de Paolo Guerrero, o Colorado vai em vantagem para o jogo de volta das oitavas de final da Libertadores.

O gol do peruano, aos 45 minutos da etapa final, dá ao Colorado a vaga nas quartas de final com qualquer vitória ou empate. Se perder por 1 a 0, a decisão será nos pênaltis. Qualquer outra derrota leva o Nacional adiante na competição em razão do saldo qualificado.

O duelo que decide vaga nas quartas de final está marcado para a próxima quarta-feira, dia 31, no Beira-Rio, às 19h15 (de Brasília). Antes, porém, Inter encara o Ceará pelo Brasileiro, no sábado, às 19h (de Brasília), também em casa.

Foi bem: Edenílson comanda meio-campo

As principais jogadas ofensivas do Inter partiram dos pés de Edenílson. Foi o meio-campista que tentou abastecer Guerrero ou criar espaço com dribles e arrancadas.

Foi mal: Jejum segue e Nico López participa pouco

Nico López viveu o 18º jogo sem marcar pelo Inter. Já ultrapassa a marca dos 1.400 minutos em campo sem fazer gols. Depois de não ir bem contra o time de sua formação, foi o primeiro a ser substituído no Inter.

D'Alessandro completa 453 jogos pelo Inter

D'Alessandro completou 453 jogos pelo Inter. Na noite de hoje, se igualou a Luiz Carlos Winck como quarto jogador que mais atuou com a camisa do clube gaúcho na história. Em campo, D'Ale começou aberto pela direita, inverteu com Nico ainda na etapa inicial, tentou dar poder de criação ao Colorado, mas viu a equipe presa na forte marcação rival.

Desempenho do Inter: Inter começa bem, mas leva pressão

O Internacional começou bem. Adiantou suas linhas, e encontrou espaço entre o meio e a zaga do time adversário. Passou a povoar o campo ofensivo e concluir algumas vezes. Ainda que não tenha criado chances claras, o time brasileiro chegou a ter 70% de posse de bola nos primeiros minutos de jogo. Mas com o passar do tempo, o Nacional avançou seu meio-campo e evitou a saída de bola do Inter. Conteve Rodrigo Lindoso e forçou o Colorado a abusar dos lançamentos de Cuesta procurando Guerrero. Foi quando as chances passaram a surgir e os brasileiros sofreram bastante. No segundo tempo, o Colorado sofreu pressão e passou a tentar segurar o resultado. Mas em um contra-ataque, no último minuto, venceu o jogo.

Desempenho do Nacional: Nacional desperdiça chances

O Nacional começou muito recuado. Mas depois de "sentir o jogo", o time uruguaio tirou do Inter o que ele tinha de melhor: a saída de bola. Controlando Rodrigo Lindoso, o time uruguaio desabasteceu Paolo Guerrero e evitou as tramas curtas com Edenílson e Patrick. O Inter abusou dos lançamentos e, com muita intensidade, os locais comandaram as ações. No primeiro tempo perderam ao menos três boas chances de gol, com Cotugno e duas com Bergessio. No segundo tempo, o Nacional esteve no campo do Inter quase que integralmente, mas esbarrou na defesa visitante.

FICHA TÉCNICA
NACIONAL 0 X 1 INTERNACIONAL
Data
: 24/07/2019 (quarta-feira)
Local: estádio Parque Central, em Montevidéu (Uruguai)
Árbitro: Néstor Pitana
Auxiliares: Gabriel Chade e Júlio Fernández
Árbitro de vídeo: Gery Vargas
Cartões amarelos: Gabriel Neves, Lorenzetti (NAC); Edenílson, Uendel, Guerrero (INT);
Gols: Paolo Guerrero, do Inter, aos 45 minutos do segundo tempo;

NACIONAL
Rochet; Cotugno (Castro), García (Carballo), Corujo, Felipe Carvalho e Viña; Gabriel Neves, Lorenzetti (Barrientos) e Zunino; Kevin Ramírez e Gonzalo Bergessio.
Técnico: Álvaro Gutiérrez

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso (Nonato), Edenílson, Patrick, Nico López (Sobis) e D'Alessandro (Wellington Silva); Paolo Guerrero.
Técnico: Odair Hellmann