Topo

Esporte


Gareca rejeita polêmica com árbitro e vê final dura: "fácil para ninguém"

O técnico argentino Ricardo Gareca, do Peru  - Martin Meissner/AP Photo
O técnico argentino Ricardo Gareca, do Peru Imagem: Martin Meissner/AP Photo

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

06/07/2019 14h06

Na véspera da final diante do Brasil, às 17h, no Maracanã, técnico Ricardo Gareca tratou de não polemizar em relação à arbitragem da grande decisão da Copa América, que será dirigida pelo chileno Roberto Tobar.

O técnico da seleção peruana foi cuidadoso em suas palavras e não quis aumentar o tom contra a organização do torneio realizado no Brasil, ainda que questionado sobre eventuais falhas do uso no VAR a favor da equipe da casa.

"Não me preocupa o VAR, não me preocupa nada. Sempre confiamos nas arbitragens. Com tempo terão de ver como se melhoram alguns aspectos. Os árbitros estiveram expostos. As especulações não fazem parte do nosso estilo. Escolhi crer. Os árbitros estão capacitados.", disse o argentino.

Gareca evitou fazer prognósticos e não disse se a derrota por 5 a 0 para os rivais de amanhã terá algum efeito psicológico sobre seus jogadores. Ele, no entanto, garantiu que o rival encontrará dificuldades.

"A cautela é importante. Quanto mais tivermos a bola, melhor. Vamos tratar de fazer nosso jogo. Não vai ser nada fácil para nenhuma das seleções. O Brasil nos mantém com a cabeça ocupada. Importante é que nós possamos aproveitar pontos que podem ser favoráveis. Estamos muito concentrados", encerrou.

Esporte