Topo

Esporte


Organização repete logística de jogo que atrasou e irritou Chile em SP

Jean Beausejour, do Chile, em partida contra a Colômbia pela Copa América 2019 - Pedro Vilela/Getty Images
Jean Beausejour, do Chile, em partida contra a Colômbia pela Copa América 2019 Imagem: Pedro Vilela/Getty Images

Diego Salgado, José Edgar de Matos e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

05/07/2019 04h00

Apesar de a partida entre Chile e Colômbia, nas quartas de final da Copa América, ter atrasado 20 minutos, o Comitê Organizador Local repetiu a logística para o confronto de amanhã (6), entre chilenos e argentinos, na disputa pelo terceiro lugar. Mais uma vez, a equipe do técnico Reinaldo Rueda está em um hotel na região do Morumbi, cerca de 40 quilômetros distante da Arena Corinthians.

Tal situação, segundo apurou o UOL Esporte, não agradou a equipe bicampeã do torneio. No jogo anterior na cidade, mesmo com a escolta da polícia, a delegação ficou quase duas horas presa no trânsito de São Paulo. Por isso, chegou ao estádio por volta de 40 minutos antes do início do jogo - sendo o normal os times chegarem cerca de duas horas antes dos confrontos.

Essa será a terceira partida do time bicampeão da Copa América na capital paulista - o primeiro duelo foi disputado no Morumbi, contra o Japão. Os chilenos já tinham reclamado do trânsito de São Paulo, como publicou a De Primeira. Logo quando desembarcaram na cidade, no dia 25 de junho, o ônibus demorou 1h40 para percorrer o trajeto de 40 km entre o aeroporto de Guarulhos e o hotel do time, localizado na Zona Sul de São Paulo, mesmo com a presença de batedores da Polícia Militar.

A favor do COL, a previsão é de que o trânsito seja menor na capital paulista desta vez. Afinal, a partida será no sábado, a partir das 16h - o jogo das quartas de final era em uma sexta-feira à noite. Por outro lado, a delegação chilena terá de acelerar a sua programação matinal. Para não se atrasar, o time vai ter de almoçar e ir para o estádio em seguida.

Em contato com o UOL Esporte, representantes do COL explicaram que os hotéis que seriam utilizados pelas seleções estavam predeterminados. Os integrantes das deleções argentinas e chilenas também foram informados de que o horário de saída das equipes dos hotéis deve ser antecipado para que os times cheguem ao estádio de maneira confortável.

Esporte