PUBLICIDADE
Topo

TV francesa suspende comentaristas por frases sexistas sobre caso Neymar

Comentário sexista sobre Najila Trindade causou polêmica na França - Reprodução/TV Record
Comentário sexista sobre Najila Trindade causou polêmica na França Imagem: Reprodução/TV Record

Do UOL, em São Paulo

10/06/2019 14h03

A emissora francesa "RMC Sport" suspendeu os comentaristas Jerome Rothen - que é ex-jogador do PSG - e Daniel Riolo depois que a dupla utilizou frases sexistas para se referir a Najila Trindade, modelo que acusa Neymar de estupro. Na última semana, os dois se referiram à modelo como de "segunda divisão" em um contexto sexista.

"Condenamos fortemente os comentários feitas no ar por Jerome Rothen e Daniel Riolo. Elas são inaceitáveis", disse o diretor geral da emissora, Laurent Eichinger.

Nesta segunda-feira, os dois já não participaram de programas em que são frequentemente escalados na emissora. Segundo o "Le Parisien", uma reunião nesta semana pode selar a demissão da dupla.

A conversa polêmica começou com Daniel Riolo, que ao comentar sobre a acusação de estupro a Neymar fez o seguinte comentário durante um programa ao vivo.

"Na história do Neymar eu não pude deixar de pensar em algo um pouco estúpido... Mas a garota, quando você traz uma menina do Brasil... Eu estava esperando que fosse um caça interestelar, eu fiquei muito decepcionado. Para vir a Paris, pegar um avião, etc. E quando chega você pensa: estou na m..."

Jerome Rothen concordou com o comentário e acrescentou: "Ele pode ter tudo o que quiser e pegou uma mulher de segunda divisão", disse, ainda comparando Najila ao Lorient, clube da segunda divisão francesa.

Daniel Riolo e Jerome Rothen foram suspensos na RMC Sports - Reprodução - Reprodução
Daniel Riolo e Jerome Rothen foram suspensos na RMC Sports
Imagem: Reprodução

Os comentários geraram uma repercussão imediata na França. A secretária de Estado da igualdade de gênero do país, Marlène Schiappa, disse em entrevista posterior à emissora que tirar sarro das mulheres nesta situação "contribui para a cultura de estupro".

"Eu penso em todas as mulheres que estão relutantes em registrar uma queixa depois de terem sido estupradas ou abusadas sexualmente", completou Marlène, em mensagem o Twitter.

Tanto Jerome Rothen como Daniel Riolo pediram desculpas pelos comentários, dizendo que as palavras não foram aceitáveis.

Futebol