PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Neymar se desfaz de nº de celular, e pai quer jogador menos acessível

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris (França)

07/06/2019 04h00

A polêmica acusação de estupro contra Neymar fez o estafe do atleta sair do discurso e colocar em prática mudanças na vida pessoal do personagem. O craque do Paris Saint-Germain se desfez de um número de celular francês que usava para falar com centenas de pessoas.

Neymar acatou uma orientação de seu pai, que agora quer Neymar cada vez menos acessível a pessoas não tão próximas a seu círculo de amigos.

Na visão de Neymar pai, o jogador de 27 anos "se abre demais" e acaba permitindo que situações indesejáveis possam ocorrer.

A decisão de desativar o número de origem francesa foi tomada no último fim de semana, após a revelação do UOL Esporte sobre o Boletim de Ocorrência registrado por Najila Trindade com uma acusação de estupro e o início de uma polêmica ainda longe de ser esclarecida.

Amigos relataram que já não é tão simples encontrar Neymar desde então. O craque agora trabalha apenas com um número brasileiro - restrito a alguns "parceiros" mais próximos e de confiança.

Não é possível afirmar que o número desativado foi o mesmo utilizado por Neymar para falar com Najila Trindade Mendes, que o acusa de estupro.
Os advogados do jogador informaram que todos os aparelhos ficarão à disposição da Polícia para os devidos esclarecimentos.

Futebol