PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Caso Neymar: Diante só de mulheres, Najila dá depoimento gravado de 4h30min

Luiza Oliveira/UOL
Imagem: Luiza Oliveira/UOL

Felipe Pereira e Luiza Oliveira

Do UOL, em São Paulo

07/06/2019 15h18Atualizada em 07/06/2019 17h26

O depoimento da modelo Najila Trindade, hoje, em São Paulo, foi gravado pela Polícia Civil. Na sala, além dela, estavam três delegadas, as duas da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher e uma enviada pelo Delegacia Geral. Esta terceira trabalha no setor de proteção à mulher. Ainda há na sala a escrivã chefe da DP.

Ao trio, Najila falou por volta de 4h30, encerrando sua sessão de perguntas e respostas às 16h30.

Esta configuração, de só haver mulheres, foi uma decisão para não constranger Najila. O entendimento é que seriam feitas perguntas íntimas - assim, seria menos desconfortável falar destes assuntos.

O local do depoimento foi a sala da delegada titular, no segundo andar do prédio.

Najila compareceu à delegacia acompanhada de uma mulher chamada Rosângela, que cuida do filho da alegada vítima. As duas dariam depoimentos em momentos diferentes e não ficariam juntas para que uma não escutasse o depoimento da outra.

Elas devem sair juntas quando acabarem. Rosângela daria seu depoimento após o de Najila.

Najila Trindade acusa o atacante Neymar, do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira, de agressão e estupro. O jogador prestou depoimento ontem, no Rio de Janeiro, mas à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) na Cidade da Polícia, sobre o caso do vazamento de uma conversa íntima com Najila.

Futebol