Topo

Futebol


Funcionária do Instituto Neymar é indenizada pela empresa por danos morais

Do UOL, em São Paulo

24/05/2019 17h51

Uma funcionária do Instituto Projeto Neymar Jr. venceu processo contra o local alegando ter sofrido danos morais de seu superior hierárquico.

A funcionária recebeu, em grau de recurso, o direito à indenização de R$ 5 mil, segundo decisão da 8ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2), acrescentando o pagamento de dano moral à sentença de origem.

Em sua petição inicial, a funcionária alegou que, em reuniões das quais participava, o coordenador geral dirigia-se aos trabalhadores com palavrões, expondo-os a "situação humilhante, constrangedora e com diversas ameaças de dispensa".

Segundo o desembargador Marcos César Amador Alves, que é relator do processo, "tal situação, devidamente comprovada, viola os direitos de personalidade do empregado", já que é "obrigação do empregador manter ambiente de trabalho adequado e saudável".

Procurada, a direção do Instituto Neymar disse que só se manifesta dentro do processo.

Mais Futebol