Topo

Peres promete "bater o pé" com a CBF por Rodrygo e jogo contra Atlético-MG

Rodrygo, atacante do Santos - Ivan Storti/Santos FC
Rodrygo, atacante do Santos Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

18/05/2019 23h17

O presidente do Santos, José Carlos Peres, não quer saber de perder o atacante Rodrygo para a Seleção Brasileira Pré-Olímpica no últimos jogos do Peixe antes da parada para a Copa América.

O mandatário santista promete bater o pé pelo Menino da Vila e também pela antecipação do jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Atlético-MG, marcado para o dia 6 de junho, quando o Peixe já não terá à disposição os estrangeiros convocados para o torneio de seleções.

"Conversamos com o Rodrygo, não é data FIFA esse torneio. Não é oficial. Podemos ceder ou não. E não vamos ceder. Estamos ancorados na lei. Se não mudar do dia 6, um grande protesto meu e vou brigar até últimas consequências por isonomia. Não vou jogar dia 6 com seis desfalques. Vamos bater o pé, correram com o Flamengo e faremos o mesmo. Não jogarei com time misto numa decisão contra o Atlético-MG. Vou terça-feira na CBF e não saio até resolver essa questão. Temos sete atletas contando com o Porozo e não seremos prejudicados", disse Peres na saída do Pacaembu, após a derrota por 4 a 0 para o Palmeiras.

O Santos já teve cinco de seus estrangeiros citados nas pré-convocações para a Copa América: os zagueiros Felipe Aguilar (Colômbia) e Jackson Porozo (Equador), o meia Cueva (Peru) e os atacantes Derlis González (Paraguai) e Yeferson Soteldo (Venezuela). Ainda há chance do uruguaio Carlos Sánchez também ser chamado.

Com relação a Rodrygo, o atleta teria que se apresentar à Seleção Brasileira no dia 27 deste mês, e estaria presente apenas na próxima partida do Peixe no Brasileirão, diante do Internacional, no próximo domingo. O caso ainda tem um agravante: Rodrygo está vendido ao Real Madrid (ESP) e só fica no Santos até a Copa América. Caso não consiga a liberação, o Menino da Vila se despediria do Peixe mais cedo.