Topo

Futebol


Mano vai ao banheiro nos acréscimos e não vê empate do Flu contra Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

16/05/2019 00h15

O empate do Fluminense em 1 a 1 contra o Cruzeiro teve uma cena curiosa já nos últimos minutos. Quando o time mineiro ainda vencia a partida, Mano Menezes acabou deixando o campo de jogo para ir ao banheiro. Mas o time carioca acabou empatando o duelo praticamente no último lance, e o treinador celeste sequer voltou para a beira do campo.

Ao ser questionado sobre o assunto, Mano Menezes levou com bom humor e brincou com a situação.

"Achei que devia sair, tem que explicar quando vai ao banheiro também?", falou o treinador.

Apesar da cena inusitada, essa não é a primeira vez que Mano tomou tal atitude. Em outros momentos da temporada, o treinador já havia deixado a área técnica momentaneamente para ir ao banheiro, enquanto o auxiliar Sidnei Lobo fez sua função na beira do campo. Porém, nas ocasiões anteriores, o Cruzeiro controlava a partida e não levou sustos nos últimos minutos, como aconteceu no Maracanã.

Sobre o jogo

A coletiva de Mano Menezes também contou com um tom mais sério devido à atuação da equipe. O treinador aprovou o empate no Rio de Janeiro por não se tratar de uma partida fora de casa pelo torneio de mata-mata. Por outro lado, desaprovou o rendimento muito abaixo do esperado do time, que deu apenas um chute à meta do goleiro Rodolfo, que acabou sendo o gol marcado por Pedro Rocha.

"O resultado foi bom, óbvio que a vitória seria melhor, nós quase conseguimos. Mas pela produção das equipes, ela não seria justa. O Cruzeiro teve poucas oportunidades. Mesmo para mim, que sou acusado de gostar mais de um jogo assim, é pouco. Tivemos dificuldades de segurar a bola, de sair, de aproveitar os espaços. Mas é lógico que precisamos de mais. Em temos de resultado, foi bom, mas em atuação, precisamos apresentar mais", disse.

Mais Futebol