Topo

Esporte


Liverpool x Barcelona rende provocação ao Brexit no parlamento britânico

Líder trabalhista Jeremy Corbyn alfinetou proposta:
Líder trabalhista Jeremy Corbyn alfinetou proposta: 'Quem sabe a primeira-ministra possa pegar umas dicas com Klopp?' Imagem: AFP

Do UOL, em São Paulo

08/05/2019 13h04

A classificação do Liverpool para a final da Liga dos Campeões da Europa 2018/2019 virou motivo de debate no parlamento britânico. Em discussão a respeito do Brexit, situação e oposição usaram a vitória de 4 a 0 do time comandado por Jürgen Klopp em metáforas políticas.

Em referendo realizado entre os britânicos em junho de 2016, 51,8% dos votos se mostraram favoráveis à saída do Reino Unidos da União Europeia. Com a renúncia do primeiro-ministro David Cameron após o resultado, Theresa May venceu a disputa dentro do Partido Conservador para sucedê-lo e assumir a questão.

O parlamento, por sua vez, quis discutir internamente a ruptura antes que ela fosse oficializada. No entanto, diante de uma virtual derrota do Brexit no parlamento, Theresa May adiou a votação. A intenção era negociar com o Partido Trabalhista (de oposição) e com a União Europeia, para não provocar descontentamento com o resultado oferecido pelos eleitores no referendo de 2016 ou com a Europa.

Em janeiro de 2019, quando a proposta foi finalmente colocada em votação no parlamento, os conservadores foram derrotados: 432 votos contra o acordo e 202 favoráveis. Ainda assim, Theresa May acredita que os britânicos possam deixar a União Europeia sem que a decisão seja unilateral. Como May - derrotada em posteriores votações - não conseguiu cumprir o prazo de 29 de março para a saída, o Brexit ganhou ares de incerteza.

Neste cenário, a oposição mostrou força. Jeremy Corbyn, líder do Partido Trabalhista, aproveitou o discurso de hoje para puxar a orelha de Theresa May.

"Diante da incrível performance do Liverpool na noite de ontem, quem sabe a primeira-ministra possa pegar umas dicas com Klopp para conseguir um bom resultado na Europa?", questionou, arrancando um sorriso da própria May.

Ela, porém, retrucou. "Quando olhamos para a vitória do Liverpool sobre o Barcelona na noite de ontem, vemos que, quando todos dizem que acabou, que os adversários europeus te derrotaram, o relógio corre contra você, é hora de aceitar a derrota, na verdade podemos conseguir os resultados se todos se unirem", respondeu.

Derrotado por 3 a 0 pelo Barcelona no jogo de ida das semifinais da Liga dos Campeões, o Liverpool conquistou a vaga ao vencer o jogo de volta por 4 a 0 em Anfield Road. Agora, na decisão do torneio, aguarda por Tottenham ou Ajax. No jogo de ida em Londres, os holandeses venceram por 1 a 0.

Mais Esporte