Topo

Diretor executivo jurídico do Santos pode deixar o clube

José Carlos Peres, presidente do Santos - Ivan Storti/Santos FC
José Carlos Peres, presidente do Santos Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

17/04/2019 17h50

O diretor executivo jurídico do Santos, Rodrigo Gama, pode deixar o clube nos próximos dias. Ele esteve em reunião com o presidente José Carlos Peres na última segunda-feira, antes da reunião do Conselho Deliberativo, e avisou o mandatário que recebeu uma oferta financeiramente maior de outro clube para um cargo ainda mais próximo do futebol.

Segundo pessoas próximas ao executivo, Gama não quer fazer leilão e deve aceitar a proposta para deixar o Peixe. Ele chegou a avisar pessoas próximas que ficaria apenas mais alguns dias no Santos antes de deixar o clube.

Desde que foi contratado, o executivo jurídico ganhou força nos bastidores do clube e era frequentemente visto com o presidente José Carlos Peres. Foi dele a indicação de Fernando Volpato, novo gerente administrativo e de operação do Peixe, com quem trabalhou no Athletico-PR.

Nos últimos dias surgiram boatos de que o executivo teria pedido demissão, mas Gama negou o fato em contato com o UOL Esporte.

"Não pedi. Tive uma proposta interessante para outro Clube, que envolve questões pessoais e profissionais. Ainda tenho uma reunião com o Presidente para definir meu futuro. Sou extremamente grato por trabalhar no Santos FC, assim como adoro a cidade e as pessoas com quem trabalho no Clube", disse em contato rápido com a reportagem.