PUBLICIDADE
Topo
Comprar ingresso
Comprar ingresso

Gabigol diz que Corinthians falou com seus agentes antes de acerto com Fla

Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Do UOL, em São Paulo

30/03/2019 23h48

A edição de hoje (30) do "Aqui com Benja" teve como convidado especial o atacante Gabigol. Durante a entrevista com Benjamin Back, o jogador contou bastidores sobre sua chegada ao Flamengo e revelou a existência de conversas entre seu estafe e o Corinthians.

"Eu estava em Jurerê, de férias, e houve uma conversa dos meus empresários com o Corinthians - e outros clubes também. Teve a conversa, sim, até por conta da minha amizade com o Andrés [Sanchez, presidente alvinegro], mas não foi para frente. Não escolhi o Flamengo por conta de dinheiro, eu gosto de me sentir feliz e importante no time", afirmou.

O atacante destacou que a torcida foi um fator fundamental para escolha do time rubro-negro. Gabigol disse que ver o estádio quase sempre cheio é uma motivação para ele.

"Eu sempre tive vontade de jogar no Flamengo. Eu gosto de sempre ter motivação jogo a jogo. Não só pensar em títulos, mas em cada jogo. E aqui no Flamengo eu tenho isso. Em todo jogo, a torcida está me motivando, então, acho que combinou bastante", completou o jogador.

Não satisfeito em escolher o time carioca, Gabigol diz que também tentou convencer outros atletas a assinarem com o Rubro-Negro. "Sempre que eu via notícias de que um jogador podia ir para o Flamengo, eu ligava e enchia o saco para o cara ir. Fiz com o Rodrigo Caio, que eu conhecia da seleção. Depois, ele me ligou para saber mais, para confirmar. Fiz com o Bruno Henrique, que era meu amigo do Santos", contou.

Estes dois nomes acabaram sendo contratados pelo Flamengo, mas a estratégia do atacante nem sempre deu certo. "Um jogador que eu gostaria de jogar junto é o Luan, do Grêmio. Até teve uma história de ele ir para o Flamengo. Estávamos de férias juntos, e falei: 'Vamos para o Flamengo, vamos para o Flamengo!'. Mas acabou não acontecendo", concluiu.

Corinthians