Topo

Seleção Brasileira


Tite se preocupa com criatividade, mas não vê Brasil abaixo do esperado

Danilo Lavieri

Do UOL, no Porto (Portugal)

23/03/2019 17h32

O empate em 1 a 1 com o Panamá no jogo de hoje no Estádio do Dragão, no Porto, foi considerado um resultado ruim por Tite. O treinador da seleção brasileira admite que precisa ver a sua equipe melhorar no aspecto criativo, mas afirma que o desempenho está dentro do esperado.

Em entrevista após o amistoso com a seleção que está em 76º lugar no ranking da Fifa, o comandante disse que o processo de renovação pode diminuir um pouco o poder de fogo da sua equipe.

"Eu acho que o desempenho tem sido normal. Não é brilhante, mas não é abaixo de um padrão. É um normal que vai modificando", iniciou.

"Acende o alerta (pela falta de finalizações de qualidade). Eu tenho feito ajustes para encontrar o processo criativo da equipe. Esse é o nosso enfoque. Encontrar essa forma criativa. Eu até coloquei o Paquetá por dentro e pelo lado para testar, poderia ter colocado o Allan. Estou buscando opções para o homem de frente, quero uma criatividade maior", analisou.

Até o jogo contra a Arábia Saudita, a média de gols com Tite era de 2,16 por jogo. De lá para cá, a média é de um gol por jogo nas últimas quatro partidas. Depois do apito final, os quase 40 mil presentes ao estádio em Portugal vaiaram a seleção.

"Eu entendo o torcedor ficar chateado pelo resultado. É normal. Eu quero ganhar do Panamá, eu quero um resultado maior. Temos que entender esse contexto. Assim como a gente tem que entender que o processo de construção de equipe está em andamento. Eu quero atuar bem e ter resultado", afirmou.

"Estou prolongando algumas oportunidades que surgiram para os que não tiveram tantas oportunidades. Poderia muito bem colocar uma equipe engrenada, entrosada, mas a gente quer dar oportunidade e não colocar tanto peso nos atletas", finalizou.

Mais Seleção Brasileira