PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Atlético-MG só receberá dinheiro por venda de Emerson a partir de julho

Emerson, lateral do Atlético-MG, foi vendido ao Barcelona por 12,17 milhões de euros - Pedro Vale/AGIF
Emerson, lateral do Atlético-MG, foi vendido ao Barcelona por 12,17 milhões de euros Imagem: Pedro Vale/AGIF

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

20/02/2019 04h00

O Atlético-MG ainda não recebeu nada pela venda de Emerson ao Barcelona, anunciada no fim de janeiro. O pagamento dos 12,17 milhões de euros (R$ 51,15 milhões na cotação atual) será feito em quatro parcelas, sendo a primeira em julho de 2019, quando o lateral direito se apresentará na Catalunha.

As demais parcelas serão pagas a partir de 2020, de acordo com uma fonte que participou diretamente do negócio envolvendo a transação do atleta. As datas exatas não são confirmadas, mas são quatro pagamentos idênticos, de 3,04 milhões de euros (R$ 12,78 mi).

Procurada, a assessoria de imprensa do Atlético confirma que ainda não recebeu dinheiro pela venda de Emerson. Contudo, alega que não pode confirmar a forma de pagamento por haver cláusula de confidencialidade no acordo.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, o presidente Sérgio Sette Câmara também falou sobre o assunto: "O dinheiro ainda não entrou e não posso revelar como ele vai entrar por questão de confidenciabilidade de contrato. As cifras foram reveladas, fizemos questão de ser transparente com relação a isso. Todo jogador negociado agora pelo clube, a gente faz uma ata para deixar a coisa devidamente registrada dentro do clube, para gestões futuras, para o conselho fiscal e deliberativo toma conhecimento", declarou.

O motivo do pagamento de Emerson ser feito somente em julho é pelo fato de o Atlético ter emprestado o jogador ao Bétis, do mesmo país, a princípio. O jogador ficará até o fim da temporada local no time e, na sequência, se apresentará ao Barcelona.

Detentor de 62,5% de Emerson, o Atlético receberá 7,6 milhões de euros (R$ 31,96 mi) pela negociação. Os outros 37,5% do jogador pertencem à TFM Agency, antiga Traffic. A empresa receberá 4,57 milhões de euros (R$ 19,23 milhões). Deste valor total, a Ponte Preta terá direito a 300 mil euros (R$ 1,2 milhões).

O contrato de Emerson com o Barça será até 30 de junho de 2024. Ele é esperado no clube em 1º de julho de 2019, de acordo com nota oficial divulgada pelo clube em 31 de janeiro passado.

O Galo comprou Emerson em abril de 2018. A princípio, os mineiros desembolsaram, por meio de parceiros, R$ 4 milhões para tirá-lo do Moisés Lucarelli. Posteriormente, foram pagos R$ 2 milhões à Ponte Preta. O clube ainda cedeu jogadores por empréstimo pagando a integralidade de seus salários - Nathan e Danilo Barcelos. O custo total da transação, incluindo a cessão de atletas, ficou em R$ 8,5 milhões.

O Atlético planeja receber R$ 70 milhões em venda em 2019. A projeção foi divulgada no orçamento apresentado ao Conselho Deliberativo em dezembro do ano passado. O clube já faturou com a venda de Marcos Rocha ao Palmeiras por R$ 8 milhões.

Atlético-MG