PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Diagnosticado com câncer, lateral português interrompe carreira aos 32 anos

Reprodução/VFC
Imagem: Reprodução/VFC

Do UOL, em São Paulo

16/12/2018 15h36

Nuno Pinto, do Vitória de Setúbal (Portugal), terá que paralisar a sua carreira para tratar um linfoma. Após exame de rotina, o lateral foi diagnosticado com câncer e será encaminhado para o Instituto Português de Oncologia (IPO). Reunido com o presidente, colegas de clube e outros funcionários, o atleta português anunciou a decisão neste domingo (16), em coletiva de imprensa.

"Convocamos esta conferência porque primeiro do que o futebol vem o homem, e hoje está aqui o Nuno Pinto. No âmbito de um exame de rotina, foi detectado um linfoma. Como é fácil de imaginar, a notícia é um choque, mas no futebol todos estamos habituados a que, na hora da derrota, vem uma vitória", informou Vitor Hugo Valente, presidente do clube.

"O Nuno decidiu que transmitir a informação a todos os colegas e staff. Para evitar especulações, com o assentimento do Nuno, entendemos tornar público, sendo que é nestas horas que homens e instituições são colocados à prova. O Nuno contará com o apoio de todos nesta casa", prosseguiu o mandatário.

Médico do Vitória de Setúbal, Ricardo Lopes, explicou que Nuno tem grandes chances de se recuperar, mas que inevitavelmente terá que paralisar a sua carreira.

"Estamos diante do diagnóstico de linfoma, o tipo e dimensão estão dependentes de exames. O Nuno será acompanhado ao IPO de Lisboa. Assim, temos prognóstico bom nesta situação. Mas o Nuno não irá poder contribuir dentro de campo com a nossa equipe", revelou.

Com 32 anos, Nuno tem passagens por outros times locais, como o Vila, Boa Vista, Trofense e Nacional. Fora de Portugal, o ala já vestiu as camisas do Astra (Romênia), Tavriya (Ucrânia) e Levski Sofia (Bulgária).

Futebol