PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Empresário "tira" Ramiro do Grêmio após prejuízo com Bressan

Grêmio detém apenas 10% dos direitos de Ramiro após negócio com Bertolucci - Diego Vara/Reuters
Grêmio detém apenas 10% dos direitos de Ramiro após negócio com Bertolucci Imagem: Diego Vara/Reuters

Jeremias Wernek e Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

13/12/2018 04h00

A saída de Ramiro rumo ao Corinthians tem ligação com outro adeus no Grêmio. O volante, em vias de ser anunciado pelos paulistas, deixará a Arena também pela parceria dos gaúchos com Giuliano Bertolucci. O investidor detém percentual de Bressan e ajudou os gremistas a encontrarem solução depois das falhas diante do River Plate e consequente chuva de críticas.

Bressan, 25 anos, assinará com o Dallas FC. O clube que atua na MLS (Major League Soccer) venceu a concorrência com Atlético-PR e Fortaleza para ter o zagueiro a partir de 2019.

Aos 25 anos, Ramiro também foi sondado por outros clubes neste final de 2018. O destino, no entanto, será o Corinthians também pela boa relação do investidor com o clube paulista.

Bressan e Ramiro estavam no pacote de jovens contratados pelo Grêmio ao Juventude, no início de 2013. Com eles também vieram o goleiro Follmann, o lateral esquerdo Alex Telles, o volante Moisés e o atacante Paulinho. Ainda naquela temporada, alguns foram promovidos ao grupo principal e viraram ativos para ajudar em quitação de dívidas do dia a dia.

Bertolucci adquiriu percentual de Bressan e Ramiro ainda na gestão Fábio Koff, em 2014. O grupo de investidores comprou 50% dos direitos econômicos do zagueiro e 70% do volante. Ao longo dos últimos anos, outros parceiros também entraram na divisão com o Grêmio. A saída de Bressan para o futebol dos Estados Unidos, melhor cenário para o seguimento da carreira do jogador, deixou Giuliano Bertolucci no prejuízo. A coluna De Primeira chegou a mostrar que a renovação discutida com o zagueiro visava garantir ressarcimento ao parceiro. No fim, Bressan foi liberado por empréstimo ao Dallas FC.

Sem conseguir ser compensado, Bertolucci ficou com crédito na Arena e nos últimos dias apresentou a operação por Ramiro. O camisa 17 interrompeu as férias e assinará contrato de três anos com o Corinthians. A saída já é tida como acertada nos corredores do Grêmio.

A saída de Ramiro foi, de certa maneira, adiada. Em 2017, o coringa do meio-campo foi sondado por clubes europeus. À época, o Grêmio embalava rumo ao título da Libertadores e conseguiu manter o jogador mesmo com apenas 10% dos direitos econômicos de seu titular.

De 2013 até agora, Ramiro passou de volante a peça multifuncional. Com Renato Gaúcho, a partir de setembro de 2016, virou meia aberto pela direita. Cresceu de rendimento, ajudou no encaixe de meio-campo e também se tornou um dos líderes do grupo de jogadores. Em alguns jogos, foi recuado para lateral direita e também voltou a ser marcador à frente da zaga.

Futebol