PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Renato volta a tratar Fla como 'sonho', mas diz ter Grêmio como prioridade

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em Porto Alegre

22/11/2018 00h37

Renato Gaúcho foi o assunto do pós-jogo entre Flamengo e Grêmio, no Maracanã. O treinador falou pontualmente sobre a derrota fora de casa, por 2 a 0, e passou a ser bombardeado com perguntas sobre 2019. Em determinado momento, ele reafirmou ter o sonho de trabalhar na Gávea, mas manteve o clube gaúcho como prioridade. Ainda assim, não garantiu nada.

Fla e Grêmio disputam Renato, que está em Porto Alegre deste setembro de 2016.

"Qualquer jogador gostaria de jogar no Flamengo, assim como qualquer treinador gostaria de treinar o Flamengo. Mas o Grêmio é grande, é gigante. São dois clubes que sempre disputam muito, ganham campeonatos. Treinar o Flamengo era um sonho e também tinha sonho de treinar o Grêmio. Fico feliz por ter realizado o sonho de treinar o Grêmio. De estar no Grêmio. Tenho sonho de treinar o Flamengo, sei que um dia vai chegar. Quando eu não sei, mas estou no Grêmio e tenho contrato", disse Renato Portaluppi.

O Grêmio já apresentou proposta, mas ainda não ouviu nada sobre a oferta. Além de aumento, o clube promete pagar luvas e manter auxílio com passagens aéreas e custeio de hotel. Nos últimos dias, sem resposta, houve pedido por alguma manifestação de Renato sobre o caso.

"Olha, o que posso falar é que tenho conversado com o presidente do Grêmio sobre a renovação. O Grêmio sempre em primeiro lugar, a preferência sempre vai ser do Grêmio. Por isso a gente tem mantido conversas, trocamos ideias. Se o Flamengo me procurou ou algum outro clube me procurou, deixa assim", tergiversou Renato ao ser perguntado sobre contato de alguém ligado ao Flamengo nos últimos dias.

Renato Gaúcho assumiu o Grêmio após a saída de Roger Machado e renovou contrato por duas vezes. Em ambos os episódios, o acerto foi rápido. Agora, a negociação é mais arrastada e também pelo forte assédio do Flamengo.

Futebol