PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Justo, mesmo que tardio", diz presidente campeão do mundo no Grêmio em 83

Fábio Koff foi presidente do Grêmio no Campeonato Mundial de 1983, reconhecido - Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio FBPA
Fábio Koff foi presidente do Grêmio no Campeonato Mundial de 1983, reconhecido Imagem: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio FBPA

Do UOL, em Porto Alegre

27/10/2017 10h41

O reconhecimento da Fifa ao título mundial do Grêmio de 1983 agradou o presidente na ocasião, Fábio Koff. Porém, a aceitação da entidade ocorreu de forma tardia na avaliação dele.

"Foi uma decisão justa. À época só havia essa competição a disputar. Foi justo mesmo que tardio. O Grêmio se habilitou ao ganhar a Libertadores e ganhou o que havia no momento", disse Koff à Rádio Grenal.

O Conselho da Fifa reconheceu na sexta-feira os campeões a partir de 1960 como legítimos. A decisão ocorreu de forma unânime. Até então, a entidade considerava campeões mundiais apenas os vencedores da edição de 2000 do torneio e a partir de 2005, quando ela passou a organizar a disputa.

O formato do torneio era outro. Antes, o campeão da Liga dos Campeões e o campeão da Libertadores se enfrentavam para decidir o melhor. Inicialmente em jogos de ida e volta e posteriormente em jogo único realizado no Japão.

Além do Grêmio, a decisão também atinge Santos, Flamengo e São Paulo, no Brasil.

Confira todos os times que tiveram Mundial reconhecido:

Milan (1969, 1989, 1990)
Real Madrid ( 1960, 1998, 2002)
Peñarol/URU (1961, 1966, 1982)
Boca Juniors (1977, 2000 e 2003)
Nacional/URU (1971, 1980, 1988)
Independiente/ARG (1973, 1984)
Juventus (1985, 1996)
Santos (1962 e 1963)
Internazionale (1964, 1965)
São Paulo (1992 e 1993)
Ajax (1972, 1995)
Bayern (1976, 2001)
Porto (1987 e 2004)
Estudiantes/ARG (1968)
Olimpia/PAR (1979)
Flamengo (1981)
Grêmio (1983)
River Plate (1986)
Manchester United (1999)
Racing/ARG (1967)
Feyenoord (1970)
Atlético de Madri (1974)
Estrela Vermelha (1991)
Vélez Sarsfield/ARG (1994)
Borussia Dortmund (1997)

Futebol