PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Única atuação nota 10 do Francês foi de um brasileiro. E não é o Neymar

Carlos Eduardo tenta voleio pelo Nice contra o Lyon em março de 2015 - Laurent Cipriani/AP - Laurent Cipriani/AP
Imagem: Laurent Cipriani/AP

Lucas Pastore

Do UOL, em São Paulo

31/08/2017 04h00

No dia 27/10/2014, o Nice venceu o Guingamp por 7 a 2, na casa do adversário, em jogo válido pelo Campeonato Francês. O brasileiro Carlos Eduardo marcou cinco gols na partida e ganhou a única nota 10 da história da competição pela avaliação do jornal local "L’Equipe". Até agora, nem mesmo as empolgantes atuações de Neymar com a camisa do Paris Saint-Germain foram o bastante para que o feito fosse repetido.

Hoje com 27 anos de idade, Carlos Eduardo, que defendeu as cores do Fluminense em 2009, joga pelo Al Hilal, clube da Arábia Saudita em que atua desde 2015. Antes disso, vestiu a camisa do Nice na temporada 2014/2015, sua única no futebol francês.

Em sua campanha pelo Nice, Carlos Eduardo jogou 30 jogos, sendo titular em 29 deles, e marcou dez gols. Metade deles foram marcados na partida contra o Guingamp, que até hoje é considerada a melhor atuação de sua carreira.

"Foi a noite em que tudo estava acontecendo. Fiz cinco gols e poderia ter feito mais dois", relembra Carlos Eduardo, ao UOL Esporte.

Nem mesmo a costumeira exigência do "L’Equipe" foi o bastante para tirar de Carlos Eduardo o único 10 da história do Francês. De acordo com o meio-campista, a nota repercutiu como algo mais histórico do que os cinco gols que marcou na partida.

“Na época, deu mais repercussão que meus cinco gols por ser um jornal muito famoso. Deu mais impacto no Brasil, mesmo”, contou.

Ao se transferir para o PSG pelo valor recorde de 222 milhões de euros (R$ 845,8, na cotação atual), Neymar se tornou candidato a repetir o feito de Carlos Eduardo. No entanto, tudo o que o jogador mais caro da história do futebol mundial conseguiu até agora foi se aproximar do compatriota.

Pela terceira rodada desta temporada do Francês, o PSG recebeu o Toulouse no segundo jogo de Neymar com a camisa do clube, o primeiro no Parc de Princes. O brasileiro marcou dois gols, deu duas assistências e participou dos outros dois gols da vitória por 6 a 2 do seu time, arrancando uma nota 9 do "L’Equipe".

Enquanto acompanha o Campeonato Francês da Arábia, Carlos Eduardo diz torcer para que Neymar repita seu feito. De acordo com o jogador do Al Hilal, mais um 10 seria bom para o futebol brasileiro.

"Torço para que ele seja nota 10, se possível até 11. Ele é um jogador que representa muito o nosso futebol. Não tenho esse lado egoísta", declarou.

Neymar ainda terá 34 oportunidades para tentar repetir nesta temporada o feito de Carlos Eduardo. A próxima será no dia 9 de setembro, às 15h45 (de Brasília), fora de casa, contra o lanterna Metz.

Futebol