PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com três desfalques na defesa, Cássio vê Corinthians preparado após 8 meses

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Imagem: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

22/08/2017 12h27

Além da ausência de Jadson, que permanecerá em São Paulo para se condicionar ao fim de semana, o Corinthians viaja a Chapecó sem três defensores titulares: Pablo, Balbuena e Guilherme Arana. A escalação de um setor inteiro praticamente reserva, porém, foi amenizada em declarações do goleiro Cássio após a atividade nesta terça-feira. Para ele, após oito meses de temporada, todos estão preparados. 

Titular com mais tempo de Corinthians e representante da formação ideal do setor ao lado de Fagner, o arqueiro frisou o longo período de trabalho com Pedro Henrique (22 anos), Léo Santos (18 anos) e Moisés (22 anos), substitutos. Fábio Carille ainda irá escalar Marquinhos Gabriel. 

"É o primeiro jogo que a gente pega sem três titulares da linha titular, mas eles vêm se preparando. A campanha que fazemos é boa porque o pessoal mantém o nível bom e dá conta do recado. Temos total confiança nesses jogadores porque eles vêm jogando bem. São promessas, mas jogadores que estão há um bom tempo com a gente. Estamos da reta final do campeonato, não é início de ano, então já nos conhecemos e eles sabem como trabalhamos", comentou Cássio. 

A volta de Marquinhos Gabriel ao time, em substituição a Clayson, também mereceu comentários do goleiro. "O Marquinhos é um grande jogador e de muita qualidade. Ele está sempre pronto para ajudar, mesmo quando não está jogando. Contamos e confiamos muito nele para ajudar o Corinthians", acrescentou Cássio. 

Já a Chapecoense, adversária desta quarta em Santa Catarina, foi descrita pelo goleiro como rival que deverá exigir muito da parte física do líder. "É uma equipe aguerrida, que luta muito e compete até o final. Será um jogo bem competitivo, de muita luta e entrega das equipes. Um jogo difícil. Mudaram jogadores e treinador daquela época [abertura do Brasileiro], mas recebemos muitas informações. Vi um pouco do último jogo deles e vamos preparados", argumentou. 

Futebol