PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fluminense consegue redução de custos e jogará no Maracanã até o fim do ano

Torcedores do Fluminense acompanham jogo do time carioca no Maracanã - Antonio Marcos
Torcedores do Fluminense acompanham jogo do time carioca no Maracanã Imagem: Antonio Marcos

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

19/08/2017 18h24

Em nota publicada no site oficial do clube, o Fluminense anunciou neste sábado (19) um acordo para que todas as partidas da equipe tricolor como mandante em 2017 sejam realizadas no Maracanã. Portanto, deixará de utilizar o estádio Giulite Coutinho, em Edson Passos, na cidade de Mesquita (RJ).

O Fluminense mandou jogos em Edson Passos na temporada passada, mas voltou a usar o Maracanã em 2017. Contudo, por causa dos altos custos operacionais do estádio da capital, chegou a buscar laudos de segurança para retornar ao Giulite Coutinho.

Em junho, a ideia da diretoria tricolor era levar jogos menores para Edson Passos e manter o Maracanã como alternativa apenas para as partidas de maior bilheteria. No entanto, essa diretriz mudou depois que a diretoria conseguiu uma redução de custos.

No novo cenário, o Fluminense pagará menos por todos os itens relacionados à operação do jogo (segurança e pessoal, por exemplo). Também terá um desconto menor no valor aferido com bilheteria. A conta da diretoria é que o clube precisará ter 21 mil espectadores por partida para evitar prejuízos.

“Se alguém tinha dúvidas de que o Maracanã era a casa do Fluminense, agora não tem mais. Nenhum clube jogou tanto no Maracanã neste ano”, diz a nota oficial da equipe carioca.

Futebol