PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Luís Fabiano brilha, Tianjin conquista 2ª divisão e acesso inédito na China

Do UOL, em São Paulo

22/10/2016 08h08

Um gol e duas assistências para Luís Fabiano, uma delas para Jadson, e participação de destaque de Geuvânio em lances decisivos. Os brasileiros do Tianjin Quanjian foram essenciais na vitória em casa por 3 a 0 sobre o Mizhou Hakka neste sábado (22), resultado que resultou no título da segunda divisão chinesa e o inédito acesso à elite do futebol do país.

Luís Fabiano abriu o placar aos 5min do primeiro tempo, aproveitando o rebote do goleiro e mandando para as redes. O segundo saiu aos 42min, em jogada iniciada por Geuvânio e Jadson. O centroavante ex-São Paulo recebeu e serviu para o colega Xuri Zhao ampliar.

O camisa 9 também foi garçom no terceiro gol, marcado por Jadson aos 44min da etapa complementar.

O Tianjin Quanjian conquistou o acesso ao somar 59 pontos, mesmo número do Guizhou Hengfeng e o Qingdao Huanghai (terceiro colocado que não subiu de divisão), mas levou a melhor nos critérios de desempate, com o ataque e a defesa mais efetivos, 61 gols marcados e 27 gols sofridos, o que consequentemente resultou no melhor saldo de gols.

"Viemos à China com a missão de colocar o Tianjin na primeira divisão e conseguimos. Isso me deixa com o sentimento de dever cumprido e satisfeito com o desempenho que apresentamos ao longo de todo o torneio", afirmou Luís Fabiano, artilheiro da competição com 22 gols marcados.

"A sensação de estar presente em um momento inédito é tão importante para o clube é muito boa. Não foi fácil, mas conseguimos conquistar nosso objetivo. Agora é hora de comemorar", disse o ex-santista Geuvânio, responsável por nove gols e sete assistências ao longo do campeonato.

Jadson, que também tem se destacado ao lado dos outros brasileiros, é outro que comemorou. "Nós acreditamos no projeto da diretoria do Tijanjin e começamos o trabalho no início do ano. Sabíamos que não seria fácil e nos dedicamos demais durante toda a temporada para conseguir conquistar essa vaga para a primeira divisão, que era o nosso grande objetivo. Graças a Deus, fomos campeões e garantimos o acesso. Queria agradecer a todos os diretores do clube, que acreditaram no meu potencial, aos torcedores do Tianjin, que sempre me trataram com muito carinho, à minha família, que esteve ao meu lado desde os primeiros dias na China, e à comissão técnica, que me apoiou demais. Pelo segundo ano consecutivo, pude realizar uma boa temporada e agora é hora de comemorar e descansar porque não foi fácil”, afirmou o meia.

O Tianjin é o clube que fora treinado por Vanderlei Luxemburgo no início da temporada. O técnico foi demitido e substituído por Fábio Cannavaro. De volta ao Brasil, Luxemburgo acusou o futebol chinês de manipulação de resultados, fato negado por outros brasileiros que trabalham no país, como Luiz Felipe Scolari.

Futebol