Topo

Futebol


Presidente do Inter descarta reforço caro: "Não vamos fazer loucura"

Vitorio Piffero, presidente do Inter, descartou nomes especulados nos últimos dias - Jeremias Wernek/UOL
Vitorio Piffero, presidente do Inter, descartou nomes especulados nos últimos dias Imagem: Jeremias Wernek/UOL

Do UOL, em Porto Alegre

14/02/2016 19h56

O Internacional vai contratar, mas não vai gastar muito. A palavra é do presidente do clube, Vitorio Piffero. Segundo ele, o Colorado tem prospectado nomes e nenhum deles faz parte de um bloco que exija investimento maciço.

“Não vamos fazer loucuras, como já foram feitas antes. É preciso ver se o jogador está disponível, se existe possibilidade e se o salário é compatível com aquilo que o clube pode pagar”, disse Piffero à Rádio Guaíba, neste domingo (14).

Na sexta-feira, o Inter chegou a publicar uma nota oficial em seu site para descartar as especulações criadas durante os últimos dias. Nas redes sociais, até perfis fakes foram criados para anunciar acerto com Taison, do Shakhtar Donetsk, e Rafael Sobis, do Tigres.

O jornal Zero Hora, no sábado, noticiou o interesse do time gaúcho em Carlos Tevez. Camisa 10 do Boca Juniors, ele tem salários atrasados e, segundo o diário, teria motivado a viagem de um representante do Inter até Buenos Aires. Para averiguar a possibilidade de negócio.

“Estamos vendo, orquestradamente, o Inter ser colocado no banco dos réus. Primeiro foi com o doping, depois a saída do D’Alessandro e agora os reforços. O torcedor tem que avaliar de onde vem a informação. Trazer ao mesmo tempo, e foram três nomes especulados... Seria ótimo, mas o Inter teria de ganhar na Mega da Virada e faltaria dinheiro. A imprensa colocou os nomes, não foi o clube”, afirmou Vitorio Piffero.

O Internacional procura um atacante e um meia. Mesmo com a saída de Alisson para a Roma-ITA encaminhada, o clube só vai buscar novo goleiro a partir de junho.

Mais Futebol