PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Empresa processa Palmeiras por comissão de Wesley, diz jornal

10.08.2013 - Wesley finta o zagueiro do Paraná e manda para as redes para virar a partida no estádio do Pacaembu - Robson Ventura/Folhapress
10.08.2013 - Wesley finta o zagueiro do Paraná e manda para as redes para virar a partida no estádio do Pacaembu Imagem: Robson Ventura/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

11/08/2013 06h00

A possibilidade de ser negociado com o Atlético-MG não é o único motivo para o meio-campista Wesley ter virado assunto no Palmeiras nos últimos dias. Ele também motivou uma ação judicial da empresa MKT Brasil, que cobra R$ 1,5 milhão do Palmeiras.

Segundo o jornal “Diário de S. Paulo”, o montante seria uma comissão relacionada à contratação de Wesley. Antes de acertar com o Palmeiras, o meio-campista estava no Werder Bremen, da Alemanha.

Ainda de acordo com o jornal, o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, indagou a antiga diretoria sobre o assunto. Ele teria ouvido como resposta que o clube pagou parte da comissão da MKT Brasil.

A empresa alega, contudo, que esse valor nunca chegou aos cofres dela. A versão da MKT Brasil ao jornal é que o Palmeiras pagou, mas para a companhia errada.

Wesley chegou ao Palmeiras em 2012, mas se machucou logo em seguida. Ele recebe cerca de R$ 350 mil mensais, e o alto salário é um dos motivos para o clube alviverde cogitar negociar o meio-campista com o Atlético-MG.

No último sábado, Wesley marcou o gol da vitória do Palmeiras por 2 a 1 sobre o Paraná Clube em jogo válido pela Série B do Campeonato Brasileiro. Depois, questionado sobre a possibilidade de trocar a equipe paulista pelo Atlético-MG, o meio-campista tergiversou.

“Estou muito feliz aqui no Palmeiras, mas nunca sabemos o dia de amanhã”, declarou Wesley após o jogo.

Futebol