UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/11/14/alex-alves-foi-ridicularizado-na-alemanha-e-fechou-carreira-com-confusoes-no-mato-grosso.htm
  • Alex Alves foi ridicularizado na Alemanha e fechou carreira com confusões no Mato Grosso
  • 23/01/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Alex Alves comemora gol pelo Hertha Berlim, durante sua passagem pelo clube alemão

Alex Alves comemora gol pelo Hertha Berlim, durante sua passagem pelo clube alemão

14/11/2012 - 12h35

Alex Alves foi ridicularizado na Alemanha e fechou carreira com confusões no Mato Grosso

Do UOL, em São Paulo

Morto nesta quarta-feira em um hospital de Jaú onde estava internado para tratamento de uma doença rara, o atacante Alex Alves acabou vendo sua carreira ridicularizada nos últimos anos por incidentes na Alemanha e em Mato Grosso. Na Europa foi rotulado como um erro milionário do Hertha Berlim, enquanto que no desfecho de sua trajetória nos campos se envolveu em confusões no pequeno União de Rondonópolis.  

CONFIRA LANCES MARCANTES DA CARREIRA DO ATACANTE ALEX ALVES

Com 34 anos e já distante da melhor forma, Alex Alves foi contratado como grande estrela do União de Rondonópolis para a disputa do Estadual de Mato Grosso de 2010. No entanto, o atacante não foi bem em campo e ainda se envolveu em confusões com jornalistas locais e torcedores. Assim, acabou dispensado pela diretoria do clube ainda com o campeonato em andamento, poucas semanas depois da contratação.

Também nos últimos anos Alex Alves apareceu na lista de 50 piores contratações da história do futebol alemão, em compilação preparada pelo jornal Bild. O baiano defendeu o Hertha Berlim de 1999 a 2003 e não conseguiu reeditar seus melhores momentos [foi contratado por US$ 7 milhões junto ao Cruzeiro].

A relação de destaques negativos na Alemanha ainda contou com outros 12 jogadores brasileiros, incluindo o zagueiro Breno (Bayern de Munique) e os meias Carlos Alberto (Werder Bremen) e Thiago Neves (Hamburgo).

Não foi apenas dentro de campo que Alex Alves impressionou negativamente os alemães. Durante a passagem pelo país o atacante foi multado duas vezes pela polícia por dirigir em alta velocidade e sem carteira de motorista nas ruas de Berlim.

Após o primeiro caso no trânsito, o Hertha chegou a disponibilizar um motorista particular ao brasileiro, que mesmo assim acabou reincidindo na infração.

Revelado pelo Vitória no início dos anos 90, Alex Alves defendeu grandes camisas do futebol brasileiro, como Palmeiras, Portuguesa, Cruzeiro, Atlético-MG e Vasco. Além do futebol alemão, o atacante teve passagem breve pelo Kavala, da Grécia. O ex-jogador morreu nesta quarta-feira aos 37 anos. 

FUTEBOL PRESTA CONDOLÊNCIAS AO EX-ATACANTE, MORTO NESTA QUARTA

  • A morte de Alex Alves foi seguida de uma série de manifestações de luto entre clubes, cartolas e jogadores do meio. “Joguei com ele no Palmeiras. Alex Alves é um amigo que eu tinha. Tava até tentando fazer um jogo beneficente para ele. O Alex não era muito de contar como ele estava. Lembro dele feliz, forte com saúde”, disse Edílson ao UOL Esporte.

    “Emocionado aviso a todos os esportistas e amigos que fui informado do falecimento de Alex Alves. [O] conheci aos 13 anos e podia ter lhe ajudado mais”, escreveu Paulo Carneiro, ex-presidente do Vitória, no Twitter.

    Clubes como Hertha Berlin e Cruzeiro, nos quais ele se destacou, também manifestaram seu pesar. “Eu estou chocado. Todos nós torcemos para que a condição dele melhorasse e ele sobrevivesse. Nossos sentimentos”, disse Michael Preetz, hoje dirigente da equipe alemã e ex-companheiro de Alex Alves.

Alex Alves
Alex Alves

Placar UOL no iPhone