PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com time em crise para 2012, Brasiliense decide intensificar conteúdo adulto no site

Ensaio com a modelo Keli Cristina turbinou o acesso ao site oficial do Brasiliense - Reprodução/Brasiliensefc.com.br
Ensaio com a modelo Keli Cristina turbinou o acesso ao site oficial do Brasiliense Imagem: Reprodução/Brasiliensefc.com.br

Bruno Freitas

Em São Paulo

04/01/2012 06h00

O Brasiliense já foi finalista da Copa do Brasil e teve sua experiência entre os grandes da Série A. No entanto, hoje o clube comandado pelo ex-senador Luís Estevão batalha na Terceira Divisão nacional, convive com uma crise de indisciplina no elenco de 2012 e deixa para trás a política de contratações famosas. Neste cenário, nasceu recentemente a aposta para "fidelizar simpatizantes" através de conteúdo adulto em seu site.

Há mais de um ano, o Brasiliense mantém em seu espaço oficial na internet uma seção para musas, torcedoras do time, que eram entrevistadas sobre preferências pessoais e ainda exibiam seus belos rostos, em iniciativa já vista em páginas de outros clubes do país.

FRASE DA MUSA

A BUNDA

Keli Cristinina, em entrevista ao site oficial do Brasiliense, na pergunta sobre qual a parte de seu corpo que mais gosta

No entanto, no final de 2011, um ensaio mais ousado com a modelo Keli Cristina revolucionou o acesso ao site. O Brasiliense apostou em fotos de nu, com a musa ora exibindo a camisa do time, ora aparecendo provocante com acessórios natalinos. A iniciativa ganhou destaque da mídia esportiva e fez os números de acesso do site explodirem.

“A gente já tinha a seção da musa há mais de um ano. Fizemos esse ensaio nu como um passo à frente, uma forma de tentar fidelizar mais torcedores para o time e, principalmente, para o site”, conta Roberto Naves, responsável pela comunicação do Brasiliense.

O ensaio da modelo de 21 anos (que adora sushi e tequila) fez o site alcançar o novo recorde de acessos diários de 252.230 visitantes, em 22 de dezembro, na estreia das fotos sensuais. A demanda foi tão grande que chegou a derrubar momentaneamente o servidor. O espaço do Brasiliense na internet já recebeu mais de 720 mil acessos em menos de duas semanas.

O recorde anterior era cinco vezes menor, com os 52.340 visitantes no dia da eliminação do Brasiliense da Série C de 2011, com a transmissão online da partida contra o Joinville. Desconsiderando este pico, o acesso médio costumava girar na casa de dois mil usuários por dia.

  • Lula Marques/Folhapress

    Meia Iranildo (direita) conversa com Luiz Estevão; ex-jogador de Flamengo e Botafogo simbolizou melhor momento do Brasiliense no cenário nacional

Campeão de popularidade, o ensaio com Keli Cristina ganhou um acesso restrito, com um aviso de conteúdo adulto, não recomendável para menores de 18 anos. Com o êxito, o clube já estuda mais ações do gênero. Roberto Naves diz que uma reunião nos próximos dias discutirá iniciativas para o site e afirma que os ensaios nus vão ganhar novas edições, possivelmente com outras modelos.

TIME ENFRENTA CRISE DE INDISCIPLINA

Depois da eliminação na segunda fase da Série C em 2011, o Brasiliense trabalha desde o final de novembro para as competições deste ano. O clube contratou o técnico Edson Gaúcho, ex-Criciúma, que lida com a nova filosofia de reforços.

Ficaram para trás os tempos de nomes de destaque nacional, como Iranildo, Marcelinho Carioca, Tuta e Tulio Maravilha, contratações caras bancadas por Luiz Estevão (senador cassado em 2000 por quebra de decoro parlamentar). A nova realidade financeira faz o Brasiliense trabalhar com apostas pouco conhecidas.

Nos últimos dias, o time ficou sem dois de seus principais jogadores, afastados em razão de problemas disciplinares. O atacante Bachin e o volante Ferrugem deixaram o elenco a pedido de Edson Gaúcho, que citou "falta de empenho" para argumentar especificamente o desligamento do primeiro atleta citado.

Assim, o Brasiliense encara o início de temporada com um elenco jovem, de pouca experiência. O nome mais rodado do grupo é o meia Adrianinho, revelado pela Ponte Preta e com passagens por Corinthians e Flamengo.

Outro problema vem da esfera diretiva regional, já que o campeonato do Distrito Federal tem data de início ainda indefinida, em razão de uma crise administrativa envolvendo a federação local e alguns clubes filiados (a entidade está sob intervenção desde março passado por irregularidades em repasse de dinheiro público). A expectativa é de que o Brasiliense estreie no torneio apenas no fim de fevereiro. 

Esporte