PUBLICIDADE
Topo

Dilma reduz poderes de Orlando Silva após acusações, diz jornal

Ministro do Esporte, Orlando Silva está no centro de denúncias de irregularidades - Eduardo Anizelli/Folha Imagem
Ministro do Esporte, Orlando Silva está no centro de denúncias de irregularidades Imagem: Eduardo Anizelli/Folha Imagem

Do UOL Esporte

Em São Paulo

19/10/2011 10h46

As denúncias de corrupção que Orlando Silva Júnior vem enfrentando nos últimos dias já começam a fazer estragos nas suas atribuições no Ministério do Esporte. Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo desta quarta-feira, a presidente Dilma não hesitou em reduzir os poderes de Silva Júnior, principalmente nas questões relacionadas à Copa do Mundo de 2014.

Cumprindo agenda política na África, Dilma ouviu de seus assessores que o ministro teve uma “boa performance” no depoimento que deu nesta terça na Câmara, se defendendo com veemência das acusações de corrupção no seu ministério. Mesmo assim, de acordo com o periódico, a presidente “insistiu que a Copa era uma questão do governo”.

No trajeto entre Pretória, na África do Sul, e Moçambique, para onde embarcou no fim da tarde de terça, Dilma também se mostrou “impaciente” ao ser questionada sobre a reportagem do UOL Esporte, que apontou a compra de um terreno por Silva Júnior, em Campinas (SP), numa localidade em que passam dutos da Petrobras, com grandes possibilidade de desapropriações no futuro pela estatal.

O maior temor de Dilma é pelo desgaste político de seu ministro, tão em evidência em tempos de preparação para a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro. A presidente conversou por pelo menos duas vezes ao longo do dia com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, sobre a situação delicada de Silva Júnior à frente da pasta.

Nesta quarta-feira, o ministro do Esporte é esperado mais uma vez pelos parlamentares em Brasília para dar explicações sobre as denúncias de corrupção. Depois da Câmara, ele se pronunciará agora no Senado.

Esporte