PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sete pessoas são presas na Turquia por envolvimento em manipulação de resultados

Das agências internacionais

Em Istambul (Turquia)

06/07/2011 08h12

Nesta quarta-feira, a Justiça turca mandou sete pessoas para a prisão por envolvimento em um escândalo de manipulação de resultados. Desde domingo, foram detidas 61 pessoas acusadas de participação no caso.

Os sete detidos, entre eles os ex-presidentes Diyarbakirspor e Giresunspor, foram levados para a prisão de Metris, em Istambul, nas primeiras horas desta quarta-feira, de acordo com a agência de notícias Anatolia.

Outros 25 suspeitos foram levados a um tribunal nesta manhã, de acordo com a emissora NTV. Entre eles, estão dois dirigentes e dois dirigentes do Fenerbahce (campeão turco da última temporada), além do presidente do Sivasspor.

O Fenerbahce, time no qual atuam os brasileiros Alex, André Santos, Fábio Bilica e Cristian, está no centro das investigações. O clube foi acusado de ter manipulado resultados do Campeonato Turco. Outras equipes também estariam envolvidas no escândalo.

Caso algum clube seja considerado culpado, ele pode ser excluído de competições, ser rebaixado e, consequentemente, sofrer grandes perdas financeiras. A Uefa pediu para que uma decisão seja tomada até o próximo dia 15, para confirmar se o Fenerbahce disputará mesmo a Liga dos Campeões – o time participará da terceira fase preliminar da competição.

O valor das ações do Fenerbahce sofreu forte queda após o escândalo vir à tona. Em comunicado oficial, o clube negou qualquer envolvimento no caso e demonstrou confiança na Justiça turca.

Esporte