PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

Palmeiras quer fim da era de contratos longos, como o de Lucas Lima

Lucas Lima em ação pelo Palmeiras - Cesar Grecco
Lucas Lima em ação pelo Palmeiras Imagem: Cesar Grecco
Exclusivo para assinantes UOL

Diego Iwata Lima

Do UOL, em São Paulo

11/06/2021 04h00

As ofertas de contratos longos, uma das ferramentas de negociação mais ultilizadas pelo Palmeiras nos últimos anos, estão com os dias contados. Há hoje o consenso de que os acordos duradouros, ainda que ajudem a selar negociações, acabam também mantendo o clube preso a eventuais negociações fracassadas.

Caso, por exemplo, de Lucas Lima, que chegou ao Palmeiras no fim de 2017 a peso de ouro, mas nunca rendeu o esperado. O vínculo do meia só acaba no fim de 2022. Com um detalhe: internamente, já se sabia há pelo menos três temporadas que seus vencimentos eram incompatíveis com seu nível de entrega. Exceção feita a jogadores da base e alguns casos muito pontuais, a ideia é trabalhar sempre com acordos mais curtos futuramente na composição do elenco.

UOL de Primeira