PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

Em crise política na CBF, Caboclo deflagra medidas para clubes e federações

Rogério Caboclo, presidente da CBF - Lucas Figueiredo/CBF
Rogério Caboclo, presidente da CBF Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
Exclusivo para assinantes UOL

Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

28/05/2021 04h00

Em meio a uma crise política que afeta os bastidores da CBF, o seu presidente Rogério Caboclo deflagrou uma série de medidas junto a cartolas de federações e clubes, que compõe o colégio eleitoral da entidade. Na semana passada, o cartola fez uma verdadeira peregrinação em estados do Norte e Nordeste, comparecendo às finais dos estaduais de Piauí, Maranhão e Pará, além de visitar o Amapá. Ontem, anunciou um pacote com a ajuda de R$ 120 mil a cada uma das 27 federações estaduais e mais R$ 15,8 milhões destinados a clubes das séries A1 e A2 do feminino, e das séries C e D do masculino.

Caboclo está sob pressão no cargo: dirigentes de clubes e federações e funcionários da CBF vem apontando comportamentos considerados inapropriados do mandatário no dia a dia. Além disso, no último dia 21, a ESPN publicou áudios que mostram que o ex-presidente Marco Polo Del Nero participava da gestão da entidade em 2018 mesmo estando banido do futebol - a Fifa monitora a situação. Para aplacar a crise, Caboclo tem mantido diálogos com o próprio Del Nero e com o antecessor dele na presidência da CBF, Ricardo Teixeira (Por Pedro Lopes).

UOL de Primeira