PUBLICIDADE
Topo

UOL de Primeira

Os bastidores do futebol em primeira mão


UOL de Primeira

São Paulo insiste por Gabriel Neves, mas valores são altos; Inter está fora

Gabriel Neves (dir.), meio-campista do Nacional-URU, em duelo com o River Plate pela Libertadores em dezembro de 2020 - Raul Martínez-Pool/Getty Images
Gabriel Neves (dir.), meio-campista do Nacional-URU, em duelo com o River Plate pela Libertadores em dezembro de 2020 Imagem: Raul Martínez-Pool/Getty Images
Exclusivo para assinantes UOL

Jeremias Wernek, Thiago Fernandes e Thiago Ferri

Do UOL, em Porto Alegre e São Paulo

03/03/2021 04h00

O uruguaio Gabriel Neves, 23, despontou nas últimas semanas como um dos nomes mais comentados no mercado da bola brasileiro. Especialmente depois de empresário do meio-campista, Gerardo Arias, ter afirmado que ele estaria "muito próximo do Brasil", com três clubes interessados. Esses clubes seriam Grêmio, Inter e São Paulo. Mas não é bem assim. Os valores pedidos por Neves hoje são considerados caros para os clubes brasileiros: o Nacional espera receber algo em torno de 5 milhões de euros (R$ 34 milhões). Mas a preferência seria por ceder apenas um percentual e manter participação em eventual revenda.

A coluna apurou que, hoje, o Tricolor paulista está realmente com negociações abertas pelo jogador do Nacional de Montevidéu, mas ainda se vê distante de um acerto. O técnico Hernán Crespo é um entusiasta de seu futebol, mas também sabe que o clube tem pouca margem financeira para tratar com valores nestes termos. Já fontes no Internacional afirmam que o jogador foi oferecido ao clube, que não levou as conversas adiante. O Grêmio apenas monitora o atleta. Um quarto clube nacional, o Palmeiras, já foi atrelado a Neves, cujo pronunciado bigode é um hit nas redes sociais, mas descarta qualquer interesse.

UOL de Primeira