PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

No São Paulo, Daniel Alves terá maior salário do futebol brasileiro

Reforço do São Paulo até o fim de 2022, Daniel Alves foi eleito o melhor jogador da última Copa América (foto) - Chris Brunskill/Getty Images
Reforço do São Paulo até o fim de 2022, Daniel Alves foi eleito o melhor jogador da última Copa América (foto) Imagem: Chris Brunskill/Getty Images

Do UOL, em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre

02/08/2019 04h00

Daniel Alves terá o maior salário do futebol brasileiro, após acertar sua transferência para o São Paulo. Ainda que as partes não falem oficialmente, valores de salário e luvas podem somar um vencimento mensal na casa de R$ 1,5 milhão - superior ao que é pago atualmente aos principais atletas do país.

Gabigol, Dudu, Diego Tardelli e Fred, por exemplo, têm ganhos mensais que variam entre R$ 1 milhão e R$ 1,2 milhão. Filipe Luis, agora no Flamengo, também se aproxima do quarteto. Vindo do milionário Paris Saint-Germain, no entanto, Dani irá superar a turma e se consolidar como o jogador mais bem pago do país. O lateral ainda receberá pouco mais de 1 milhão de euros (R$ 4,2 milhões) de comissão pelo acerto. (Por Danilo Lavieri, Leandro Miranda e Pedro Ivo Almeida)

Botafoguenses ilustres bancarão reforços e salários até dezembro

O projeto encomendado pelos irmãos Moreira Salles está saindo do papel e tem previsão para ser iniciado em 2020. Para isso, no entanto, o Botafogo deve se manter na elite do futebol nacional. O problema é que o ano de 2019 tem sido muito complicado financeiramente. Neste cenário, torcedores ilustres decidiram bancar alguns reforços e manter salários em dia até dezembro, espantando qualquer chance de fracasso com a parceria dos Moreira Salles. Blandi e Aimar estavam nesse pacote, mas agora os atletas terão que vir do mercado nacional após a janela de transferências internacionais terem fechado. (Por Bernardo Gentile)

Conselheiros exigem exclusão de Sérgio Cabral do quadro social do Vasco

Condenado a mais 18 anos de detenção na última terça-feira (30), o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho, também é alvo dentro do Vasco, clube que é torcedor e sócio. Um grupo de conselheiros exige que o político seja excluído do quadro social por conta de todos os casos de corrupção em que se envolveu. Até o momento, porém, ainda não houve uma mobilização dentro do Conselho Deliberativo e nem por parte da diretoria vascaína para que uma sindicância seja aberta. O total de sentenças de Cabral já chega a quase 216 anos de reclusão. (Por Bruno Braz)

Mais Vasco: Situação decide que terá candidato em eleição

A atual diretoria do Vasco já decidiu que terá um candidato para a eleição do clube ano que vem. O grupo de situação, porém, ainda não tem um nome definido. Atual presidente, Alexandre Campello não confirmou sua tentativa de reeleição até o momento. Vice-presidente de Controladoria, o elogiado Adriano Mendes também surge como cotado. Há ainda a opção de se fazer uma composição com outros grupos políticos e um apoio a Luis Manuel Fernandes, ex-presidente do Conselho Deliberativo e mais ligado aos "Euriquistas", não está descartado. (Por Bruno Braz)

Copa do Brasil sub-17 terá transmissão exclusiva via streaming

Marcada para começar neste sábado (3), a Copa do Brasil sub-17 terá transmissão exclusiva em uma plataforma de streaming - o site "MyCujoo". "MyCujoo é a casa do futebol de base, feminino, futebol infantil, amador. É a plataforma para quem ama futebol e quer ter a oportunidade de mostrar seu jogo para o jogo", disse Pedro Presa, CEO e co-fundador da plataforma. "A Copa do Brasil Sub-17 é um exemplo brilhante disso, excelente futebol, futuros talentos do futebol brasileiro e uma base incrível de fãs do futebol, não só no Brasil, mas no mundo todo". O site promete transmitir 100% dos jogos do torneio em parceria com a CBF. Todos os jogadores que participam do torneio terão ainda uma página de perfil, onde poderão assistir seus melhores momentos e compartilhar com amigos. (Por Pedro Ivo Almeida)

Inter sondou "Bolt peruano", mas preferiu não investir na contratação

O Internacional sondou a situação de Luís Advíncula, de 29 anos, conhecido como "Bolt peruano", por sua velocidade. Jogador mais rápido do mundo segundo a Fifa, ele defende o Rayo Vallecano, da Espanha, e era emprestado pelo Tigres, do México. No início de julho, o clube espanhol assinou com ele em definitivo. A sondagem do Colorado mirava repor a saída de Iago, deslocando Zeca para esquerda, e ocorreu antes da contratação de Natanael. O clube optou por não avançar em razão dos valores a serem aplicados na contratação. (Por Marinho Saldanha)

Allianz Parque defende gramado após críticas por lesão de Borja

Miguel Borja disse ter sofrido uma entorse no tornozelo direito após pisar em um buraco no gramado do Allianz Parque na partida contra o Godoy Cruz, na última terça-feira (30). A declaração do colombiano fez com que muitos torcedores reclamassem contra o estado do campo da casa do Palmeiras, mas a administração do estádio rebate as críticas. O Allianz Parque admite que o gramado tem falhas visuais, ainda decorrentes de um fungo que afetou a parte central do campo. Só que assegura que o terreno está nivelado e sem buracos ou imperfeições que possam colocar a saúde dos atletas em risco. (Por Bruno Grossi)

Atlético-MG parcelou a compra do lateral direito Guga em três vezes

O Atlético-MG adquiriu Guga, do Avaí, em janeiro deste ano por R$ 7,5 milhões. A diretoria, entretanto, jamais divulgou os moldes do acordo. A De Primeira apurou que o pagamento pelo lateral direito é feito em três parcelas idênticas de R$ 2,5 milhões. A primeira foi paga em janeiro deste ano. A segunda tem que ser quitada até hoje (31) pela diretoria. A última está programada para dezembro. Guga chegou ao Galo em janeiro passado para ser o substituto de Emerson, vendido ao Barcelona. Os mineiros têm 75% dos direitos econômicos do jogador. O restante - 25% - pertence ao Avaí. (Por Thiago Fernandes)