PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Estado grave de Eurico aumentou briga e rachou grupo histórico do cartola

Aliados de Eurico Miranda (acima, de azul) comemoram vitória do cartola em eleição de 2014. Hoje, grupo briga pela herança política do dirigente que morreu na terça (12) - Bruno Braz/UOL
Aliados de Eurico Miranda (acima, de azul) comemoram vitória do cartola em eleição de 2014. Hoje, grupo briga pela herança política do dirigente que morreu na terça (12)
Imagem: Bruno Braz/UOL

Do UOL, em São Paulo

13/03/2019 04h00

A morte de Eurico Miranda no início da tarde da última terça-feira (12) confirmou um cenário que pessoas mais próximas já previam há algumas semanas: o fim da era do cartola. Diante do quadro iminente, o grupo político histórico do cartola, o "Casaca", rachou - algo inimaginável até então. Com o grande líder distante e doente, dois "subgrupos" começaram a surgir como "postulantes" a protagonistas no tabuleiro do xadrez político do Vasco nos próximos meses.

De um lado, Sérgio Frias e Eduardo Maganha; do outro, João Carlos Nóbrega. As duas partes trocavam acusações e disputavam a liderança do grupo que ameaçava ficar sem o grande líder em breve. A herança política de Eurico já estava em jogo antes mesmo de sua partida. (Por Pedro Ivo Almeida)

Globo evita destaque para morte de Eurico em cobertura na TV

Principal assunto nas páginas esportivas durante a terça-feira (12), a morte de Eurico Miranda não teve tanto destaque no Grupo Globo. Especialmente na programação televisiva. E o curto espaço não ocorreu por acaso. A ordem da cúpula global era registrar de maneira breve o falecimento do cartola na TV, sem tanto espaço ou produção de conteúdos especiais. Inimigo público do canal, Eurico não gozava de prestígio com a direção da emissora nos últimos tempos e a relação entre as partes era apenas comercial - a Globo detém os direitos de transmissão do Campeonato Carioca e do Brasileirão. No Jornal Nacional, por exemplo, o VT destinado ao falecimento do dirigente foi cortado e durou menos de 30 segundos. O apresentador William Bonner leu um texto curto e se limitou a dizer que Eurico "tinha um câncer". (Por Pedro Ivo Almeida)

Andrés promete a médico do Corinthians que desta vez para de fumar

Internado há uma semana por causa de encefalite viral, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez prometeu que vai parar de fumar, após inúmeras promessas não cumpridas. O diretor-adjunto de futebol do clube paulista, Jorge Kalil, que é médico e chefia a equipe de infectologia do Hospital São Luiz, já avisou que ele terá que procurar outro médico se não cumprir a promessa desta vez. Andrés já chegou a fumar de dois a quatro maços de cigarros por dia - isso depende de crises no clube e jogos. (Por Samir Carvalho)

Ainda interessado em Keno, Cruzeiro espera representante do Pyramids em BH

O Cruzeiro trata com cautela o negócio para repatriar Keno, hoje no Pyramids, do Egito. A diretoria mineira, no entanto, mantém conversas com o clube que detém os direitos do atleta de 29 anos. O clube aguarda Eduardo Maluf, empresário que representa os egípcios no Brasil, em BH no jogo de hoje à noite. A visita é uma rotina do agente, mas os mineiros querem aproveitar para falar sobre a possível volta do atacante ao futebol brasileiro. O assunto é tratado desde o início do ano, mas sempre com calma, porque a pedida dos gringos é considerada elevada - cerca de 12 milhões de euros (R$ 51,7 milhões). (Por Thiago Fernandes)

Inter liga alerta por Gallardo após técnico ignorar punições da Conmebol

O Internacional está atento a conduta do técnico Marcelo Gallardo, do River Plate. Depois do descumprimento da punição contra o Grêmio na Libertadores passada e da acusação de ter voltado a fazer isso no jogo contra o Alianza Lima, na primeira rodada do grupo A da competição deste ano, o clube gaúcho irá observar atentamente o comportamento dele no duelo com River, no início de abril. Porém, não irá se antecipar e tomar atitude isolada. Caso constate irregularidade, pedirá apoio a outros clubes e à CBF pela conivência do River Plate com seu técnico. (Por Marinho Saldanha)

São Paulo finaliza nova área para análise de desempenho no CT

O São Paulo cumpre uma antiga demanda da diretoria de futebol e está perto de finalizar a nova sala dos profissionais de análise de desempenho no CT da Barra Funda. Atualmente, o departamento conta com quatro funcionários exclusivos - Luiz Felipe Batista, Raony Thadeu, Carlos Vargas e Romildo Lopes -, além de receber o apoio do auxiliar técnico Daniel Cerqueira, chamado por Cuca. A antiga sala dos analistas era pequena e distante dos gramados do CT. A nova instalação é maior e tem vista para os três campos. Ela foi instalada no prédio de imprensa, inaugurado em 2013, ocupando parte da sala que era dedicada aos jornalistas e também um terraço, onde normalmente são colocados os equipamentos de filmagem dos treinos. A expectativa é que a sala fique 100% pronta no fim desta semana. (Por Bruno Grossi)