PUBLICIDADE
Topo

Notícias em primeira mão dos bastidores do futebol, informações exclusivas sobre o seu time, novidades do mercado da bola e o melhor do jornalismo esportivo em um só lugar. Só para assinantes UOL!

Governo do Rio e Odebrecht vão assinar distrato do Maraca na próxima semana

Detalhe da arquibancada vazia do Maracanã; construtora Odebrecht deve assinar distrato na próxima semana  - Ricardo Borges/Folhapress
Detalhe da arquibancada vazia do Maracanã; construtora Odebrecht deve assinar distrato na próxima semana
Imagem: Ricardo Borges/Folhapress

Do UOL, em São Paulo

26/10/2017 04h00

O Governo do Rio de Janeiro e a construtora Odebrecht devem assinar, já na semana que vem, o distrato da concessão do Maracanã. O rompimento formal faz parte de um processo que já corre há meses. As partes estão em fase final de troca de documentos e informações, e o trâmite está perto de ser finalizado.

Na prática, isso significa que os envolvidos estabelecerão uma data limite para uma nova licitação. Caso o poder público não cumpra o prazo determinado, a construtora entrega a chave e vai embora. A expectativa é que um novo processo seja concluído em 2018. (Por Leo Burlá)

Grêmio: Após atrito, clube e FGF se reaproximam no Equador

A semifinal da Copa Libertadores reaproximou Grêmio e FGF (Federação Gaúcha de Futebol). Antes em posições distintas e até com clima pesado, diretoria do Tricolor e cúpula da entidade estadual viajaram juntas ao Equador. Francisco Noveletto, presidente da federação, acompanhou a alta diretoria do Grêmio em Guayaquil. Em mais de uma vez, em um passado recente, o Grêmio reclamou de atitudes da FGF e até de medidas de Noveletto no Campeonato Gaúcho, supostamente em favorecimento do Internacional. 

A presença do cartola com a delegação se justifica pelas relações políticas na Conmebol e, protocolarmente, pela presença de um filiado em instância decisiva. Mas também é sinal de reaproximação. (Por Jeremias Wernek)

Vasco: Acordos, salários de jogadores e funcionários atrasados

A situação das finanças do Vasco segue complicada. No último dia 20 (sexta-feira), venceu o prazo de pagamento do mês de setembro. Apenas funcionários que recebem até R$ 3 mil mensais viram a cor do dinheiro. Os salários do restante do quadro profissional e dos jogadores ainda não foram pagos. Além disso, os acordos trabalhistas que somam quase R$ 3 milhões por mês também não foram quitados neste mês. (Por Bruno Braz)

São Paulo: Goiás já tem preço para vender Carlos Eduardo

De olho no atacante Carlos Eduardo, o São Paulo já sabe quanto o Goiás, clube do jogador, quer para cedê-lo. O preço inicial imposto pela promessa de 21 anos é de 6 milhões de euros (aproximadamente R$ 23 milhões) para ter 100% dos direitos econômicos do jovem. A multa rescisória é ainda mais alta, mas o Goiás sabe que só vai conseguir se aproximar dela em eventuais negociações para o exterior. No Brasil, o clube alviverde aceita ainda conversar para vender somente uma parcela dos direitos de Carlos Eduardo, caminho que deve ser seguido pelo São Paulo. (Por Bruno Grossi)

Botafogo acreditou em Odebrecht e viu dívida crescer R$ 15 mi

O Botafogo deu entrada, na última terça-feira (24), em queixa-crime contra o ex-presidente Maurício Assumpção e a Odebrecht por conta de um empréstimo, sem maiores explicações, no valor de R$ 20 milhões entre os anos de 2013 e 2014. No mesmo dia, a construtora informou que o valor corrigido da dívida já supera os R$ 35 milhões. É um crescimento de 75% em relação ao que o Alvinegro esperava ter como débito, e o aumento surpreendeu. A diretoria assegura que procurou a Odebrecht no início de 2015 para resolver o impasse e escutou um “deixa para lá”. Confiando na empresa, a gestão de Carlos Eduardo Pereira acabou pega de supressa e tem mais R$ 15 milhões de débito extra a resolver. A briga já está na Justiça. (Por Bernardo Gentile e Pedro Ivo Almeida)

Palmeiras: Por cerveja, Marcos não quer ser “só” ídolo do clube

Marcos tem tentado não associar a sua imagem apenas à carreira que teve no Palmeiras. O ex-goleiro, que está lançando um clube de cerveja, faz questão de reforçar sua passagem pela seleção brasileira e ressalta que vence uma bebida para os brasileiros, e não para palmeirenses. Até por isso, o rótulo de sua cerveja é azul e não verde. O estafe do goleiro entende que será possível adotar esse plano por ver que o eterno camisa 12 tem boa aceitação entre outras torcidas em seus eventos e redes sociais, diferentemente do que acontece, por exemplo, com Rogério Ceni, ídolo são-paulino. (Por Danilo Lavieri)

Cruzeiro: Itair faz acordo e Perrella assumirá Conselho

Novo homem-forte do futebol cruzeirense, Itair Machado se reaproximou de Zezé Perrella. Amigos durante a década passada, quando fizeram uma parceria de sucesso entre Cruzeiro e Ipatinga, eles devem conviver diariamente nos bastidores da Toca da Raposa. O novo vice de futebol do clube costurou o apoio de Wagner Pires de Sá, atual mandatário cruzeirense, ao senador da república para o cargo de presidente do Conselho Deliberativo. O político deve ser aclamado para o posto no início de novembro. Nas eleições presidenciais, Zezé apoiou Sérgio Santos Rodrigues, candidato de oposição que saiu derrotado do pleito. Wagner era apoiado por Gilvan de Pinho Tavares e seus aliados, mas rompeu com parte de seu espectro político justamente por apontar Itair para o cargo. (Por Thiago Fernandes)