PUBLICIDADE
Topo

Portugal

Técnico de Portugal pede sequência de CR7 na seleção: "Tem muito a nos dar"

Do UOL, em São Paulo

30/06/2018 17h32

Classificação e Jogos

A derrota por 2 a 1 para o Uruguai neste sábado (30) resultou para Portugal a eliminação da Copa do Mundo nas oitavas de final. Mas o lamento pelo revés dividiu espaço na entrevista coletiva do treinador Fernando Santos com um assunto tão ou mais importante: a continuidade de Cristiano Ronaldo na seleção.

- Assista ao gol de Uruguai 2 x 1 Portugal

Veja a tabela completa, as datas e as chaves das oitavas de final
Simule os resultados e veja como ficam as quartas de final 
Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil

"[Cristiano] Tem muito para dar ao futebol. Há uma nova competição em setembro [Taça das Nações], e obviamente que queremos que esteja connosco, para ajudar os mais novos a crescer”, pediu o treinador português. “A equipe tem muitos jovens e é importante ter o capitão presente. E ele sempre diz 'sim' nessas horas", disse Fernando Santos.

A sequência do craque na seleção de Portugal ainda está indefinida. Aos 31 anos, ele pode ter disputado na Rússia a sua última Copa do Mundo em alto nível. Quando questionado sobre o futuro da seleção, também neste sábado, Cristiano não respondeu individualmente e opinou que a equipe "seguirá forte" nos próximos anos.

Quanto à eliminação da Copa na Rússia, Fernando Santos naturalmente lamentou o destino. "Entramos bem no jogo, criamos condições para fazer gols e não fizemos. O Uruguai fez o gol na primeira vez que chegou. Nós procuramos, tentamos chegar, mas não deu", resumiu o treinador assim que a partida terminou no Estádio Olímpico de Fisht, em Sochi.

Portugal de fato teve mais a bola (65% da posse) e martelou a seleção adversária, mas cruzou bolas demais na área e foi ao intervalo atrás no placar. “No segundo tempo as coisas melhoraram, fizemos o gol, que era o mais difícil. A equipe tentou, os jogadores trabalharam muito, lutaram. Estamos muito tristes, mas o futebol é isso”, lamentou Fernando Santos.

Durante a entrevista coletiva que concedeu após a partida, o treinador português falou diretamente aos torcedores em tom de desculpas. “Sabemos que hoje foi um dia grande em Portugal, de praças cheias. O povo respondeu ao apelo de dar as mãos e estarmos juntos, sentimos isso aqui também. Estamos muito tristes por não conseguir seguir em frente e continuar a dar alegrias, que era no que acreditávamos e queríamos”, disse Fernando Santos, que prefere não falar em "vitória moral".

"Futebol é isso. Preferiria ter jogado menos e ter ganhado, que é mais importante para os portugueses para que a festa continuasse. Estou orgulhoso dos jogadores; o que eles fizeram no segundo tempo foi muito bom em termos de entrega, de vontade", falou o técnico.

Portugal volta para casa após campanha questionável na Copa do Mundo, com uma vitória, dois empates e esta derrota que resulta em eliminação nas oitavas de final. O Uruguai, por sua vez, avança para enfrentar a França às 11 horas (de Brasília) desta sexta-feira (6).

Portugal