PUBLICIDADE
Topo

França

Após 12 anos, França volta a superar uma seleção tradicional em Copas

Do UOL, em São Paulo

30/06/2018 12h54

Classificação e Jogos

A apertada classificação da França ao bater a Argentina de virada por 4 a 3 neste sábado (30) fez com que a seleção quebrasse um tabu que durava 12 anos em Copas do Mundo. Desde 2006, quando bateram o Brasil por 1 a 0 nas quartas de final do Mundial na Alemanha, os Bleus não venciam uma equipe tradicional que conquistou o título de Copas.

- Assista aos gols da vitória da França sobre a Argentina
- Veja a tabela completa, as datas e as chaves das oitavas de final
- Simule os resultados e veja como ficam as quartas de final
- Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil

Liderados por Zinedine Zidane e Thierry Henry, a França bateu Portugal nas semifinais da Copa na Alemanha também por 1 a 0, mas não conseguiu superar a Itália na final e acabou ficando com o vice do Mundial de 2006, sendo derrotada nas cobranças de pênaltis após o empate por 1 a 1.

Quatro anos depois, a França fez uma de suas campanhas mais vexatórias na história das Copas ao ser eliminada ainda na fase de grupos. Após empatar sem gols na estreia com o Uruguai, a equipe, que tinha problemas de relacionamento com o técnico Raymond Domenech, perdeu por 2 a 0 para o México e até mesmo por 2 a 1 para a anfitriã África do Sul.

Já sob o comando de Didier Deschamps em 2014, a seleção mostrou uma nítida melhora, mas não conseguiu superar outra tradicional equipe em Mundiais. Depois de ficar em primeiro lugar no Grupo E, que também tinha Suíça, Honduras e Equador, a equipe mostrou muita soberania nas oitavas de final ao vencer a Nigéria por 2 a 0, mas não conseguiu desenvolver seu estilo de jogar contra a Alemanha. No Maracanã, os Bleus acabaram derrotados por 1 a 0 nas quartas de final.

Na Rússia, porém, tudo foi diferente. Após uma classificação tranquila na primeira fase, a França mostrou força em um duelo emocionante contra os argentinos e se credenciou de vez como candidata a grandes feitos no Mundial.

França