PUBLICIDADE
Topo

Uruguai

Tabárez vê Uruguai mais perto do que nunca da forma ideal

Oscar Tabárez, técnico do Uruguai, participa de entrevista coletiva antes do jogo contra Portugal - HENRY ROMERO/Reuters
Oscar Tabárez, técnico do Uruguai, participa de entrevista coletiva antes do jogo contra Portugal Imagem: HENRY ROMERO/Reuters

Do UOL, em São Paulo

29/06/2018 13h37

Classificação e Jogos

Único time a não levar gols na primeira fase da Copa do Mundo, o Uruguai chega com a moral em alta para as oitavas de final. Na véspera do duelo contra Portugal, valendo vaga entre os oito melhores do Mundial, o técnico Oscar Tabárez concedeu entrevista coletiva e disse que sua equipe está mais perto do que nunca da forma ideal.

Veja a tabela completa, as datas e as chaves das oitavas de final
Simule os resultados e veja como ficam as quartas de final 
Neymar S/A: a engrenagem por trás do maior jogador de futebol do Brasil

"Estamos mais perto do que nunca do que queremos. Nós nos sentimos tranquilos ao jogador", afirmou o treinador, que está há 12 anos à frente da seleção uruguaia. "Modestamente, temos com o que enfrentar Portugal. Estamos bem. Estamos nos preparando há muito tempo, são 12 anos trabalhando juntos. Chegamos à Copa do Mundo como queríamos", analisou.

Tabárez, porém, não deixa o sentimento positivo se transformar em presunção. Ao comentar o jogo e as possibilidades de cada equipe, fez questão de elogiar a equipe de Portugal, que não fez uma campanha tão brilhante na primeira fase, mas é a atual campeã europeia e tem Cristiano Ronaldo em grande fase.

"Todos os jogadores de qualquer equipe levam ao gramado as suas vivências. Nós temos algumas, assim como Portugal é o atual campeão europeu. Este é um jogo e a realidade quem vai mostrar os jogadores no campo. Nós fizemos todo o possível para chegar bem preparados para poder vencer. Mas há a qualidade do time adversário e que esse é um Mundial. As duas equipes têm pontos fortes", ressaltou.

Como não poderia ser diferente, Tabárez também foi questionado sobre o maior astro do time rival, Cristiano Ronaldo. E disse que não planeja uma marcação individual. "Ronaldo está na elite dos jogadores mundiais. Trata-se de planejar taticamente considerando a importância que tem cada jogador individualmente no contexto coletivo. Não vamos marcar um jogador, nem só Godin. Há coisas para tentar pará-lo", avisou.

Uruguai