PUBLICIDADE
Topo

Portugal

Jogo quente amplia rixa de seleção de Portugal com técnico português do Irã

Ex-técnico de Portugal, Queiroz pediu expulsão de Cristiano Ronaldo no jogo contra o Irã - AFP
Ex-técnico de Portugal, Queiroz pediu expulsão de Cristiano Ronaldo no jogo contra o Irã
Imagem: AFP

Do UOL, em São Paulo

26/06/2018 09h46

Classificação e Jogos

Parte da seleção de Portugal já não simpatizava com Carlos Queiroz, técnico português que dirige o Irã. As discussões decorrentes do duelo Portugal 1 x 1 Irã criaram um clima ainda mais pesado entre atletas e o treinador.

Carlos Queiroz comandou a seleção na Copa de 2010, saindo depois do Mundial daquele ano.

A rixa de algumas estrelas portuguesas com Queiroz é antiga. Quaresma, por exemplo, jamais digeriu o fato de não ter sido convocado para o Mundial de 2010.

Cristiano Ronaldo era amigo de Queiroz, mas não fala com o treinador desde 2010. Naquele ano, Portugal foi eliminado nas oitavas, e Cristiano não concordou com decisões de Queiroz.

No jogo de segunda-feira frente aos iranianos, os atletas portugueses reclamaram do posicionamento de Queiroz, que pediu expulsão de Cristiano Ronaldo em lance avaliado pelo VAR. O craque lusitano recebeu cartão amarelo.

Autor do gol de Portugal no empate, Quaresma alfinetou o treinador.

"Não vou responder ao Carlos Queiroz, pois estaríamos aqui a noite toda [falando de tudo o que ele pensa sobre o treinador]".

Uma cena curiosa aconteceu no segundo tempo da partida. João Moutinho se preparava para entrar em campo. Queiroz foi em direção ao jogador português e disse algumas palavras. Moutinho não deu atenção.

"Não vi, não ouvi. Eu estava concentrado para entrar no jogo", disse Moutinho após a partida.

O treinador do Irã relata que foi ignorado pela maioria dos jogadores portugueses antes do duelo de segunda-feira, pela terceira rodada da Copa do Mundo.

"Cumprimentei um grande amigo, o Fernando Santos, o Godinho, Adrien, Bruno Alves e o Beto... não me lembro de mais nenhum, mas lembro de todos os brasileiros e espanhóis que jogo contra e que me cumprimentam e abraçam. Depois de trabalhar 14 anos na seleção de Portugal... Alguns em campo começaram comigo nas seleções...".

Portugal