Topo

Costa Rica

  • Athletico CAP
  • Atlético-MG AMG
  • Avaí AVA
  • Bahia BAH
  • Botafogo BOT
  • Ceará CEA
  • Corinthians COR
  • Coritiba CBA
  • Chapecoense CHA
  • Cruzeiro CRU
  • CSA CSA
  • Flamengo FLA
  • Fluminense FLU
  • Fortaleza FOR
  • Goiás GOI
  • Grêmio GRE
  • Internacional INT
  • Palmeiras PAL
  • Santos SAN
  • São Paulo SAO
  • Sport SPO
  • Vasco VAS

Vídeo gera boato no Whatsapp e Costa Rica tem que lidar com suposto racha

Daniel Colindres, atacante da Costa Rica - Olga Maltseva/AFP
Daniel Colindres, atacante da Costa Rica Imagem: Olga Maltseva/AFP

Do UOL, em São Paulo

19/06/2018 10h05

Quando decidiu fechar à imprensa a maior parte dos treinos da seleção brasileira, o técnico Tite não estava apenas pensando em esconder o jogo para os rivais. Como mostrou o UOL Esporte há duas semanas, a ideia era evitar que situações normais de dia a dia de treinamento virassem polêmicas e sejam repetidas à exaustão na imprensa e redes sociais. A Costa Rica, próxima rival do Brasil, não teve o mesmo cuidado e agora está pagando o preço.

Simule os classificados e o mata-mata do Mundial
Costa Rica cita tropeços de favoritos na Copa: 'Podemos ganhar do Brasil'
Próxima rival do Brasil, Costa Rica tem time envelhecido e jogo manjado

Imagens registradas pelas câmaras de televisão no treino de segunda-feira mostram uma discussão entre Johan Venegas e 'Pipo' González, depois que um acerta uma bolada no outro em uma roda de bobinhos. Horas depois, passou a circular uma corrente de Whatsapp explicando que existe uma racha dentro do elenco entre os jogadores que atuam na Europa e os que jogam nos Estados Unidos - Venegas hoje joga pelo Saprissa, mas ficou três temporadas na MLS, enquanto Pipo atua na Itália.

A polêmica foi tanta que o dia seguinte foi incomum em São Petersburgo, onde a Costa Rica já treina para enfrentar o Brasil na sexta-feira. O capitão Brian Ruíz até quebrou o protocolo e deu uma entrevista coletiva extra, exatamente para negar os boatos.

"Eu acho que é o oportunismo de certas pessoas. O que aconteceu ontem é algo que acontece muito. O que posso dizer é que é uma fofoca sem pé nem cabeça. Queremos esclarecer a situação; Nestes momentos queremos unir a torcida para um jogo muito difícil."

Pelas redes sociais, Venegas também já havia se pronunciado, minimizado a bolada. "Não brigamos nem estamos bravos. A dinâmica do bobinho nos levar a fazer cera desta e de outras formas. Lamentavelmente, depois de uma derrota, querem nos prejudicar. A única verdade é que estamos mais unidos do que nunca", postou no Instagram.

Ureña, que também estava designado a falar com a imprensa, foi outro que negou os boatos. "Nós sabemos que estamos unidos e o que aconteceu ontem (segunda) não vai significar muito. Tudo que foi dito é mentira, não há divisão entre os dos EUA, da Europa ou da Costa Rica."

Costa Rica