PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Conmebol mostra suas garras ditatoriais a Marcelo Moreno

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

16/06/2021 12h02

"Obrigado a vocês da Conmebol por isso. A culpa é totalmente de vocês. Se morre uma pessoa, o que vocês vão fazer? O que importa é somente o dinheiro, a vida do jogador não vale nada?".

O desabafo de Marcelo Moreno, artilheiro histórico da Bolívia, causou a irá da Conmebol, a entidade que realmente pouco se preocupa com a saúde dos jogadores e cidadãos - já há mais de 50 infectados por covid por causa da Copa Cova Cepa América.

Nada de explicação. Nada de justificativa. A democrática Conmebol preferiu o confronto. Abriu um processo disciplinar contra Moreno. As penas podem ser advertência, aviso, multa, devolução de prêmio ou cassação de título.

Seria ótimo se fosse multa. Ficaria muito claro quais as prioridades da Conmebol.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon