PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Lixo é não saber a diferença entre opinião e galhofa

A taça "Orelhuda" na final da Copa do Nordeste entre Ceará e Bahia - Lucas Figueiredo/CBF
A taça "Orelhuda" na final da Copa do Nordeste entre Ceará e Bahia Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

08/06/2021 15h24Atualizada em 08/06/2021 15h42

O Domênico, da Rádio Energia, disse que a Copa do Nordeste é um lixo e que o Ceará é uma porcaria. Um motivo a mais para não ouvir a rádio, que no ano passado possibilitou a um chef fazer comentário racista, lembrando de senzala.

Depois, trouxe um pedido de desculpas típico de quem não se arrependeu. Desculpa se ofendi alguém, minha sogra é do Nordeste...

Mas o pior é o seguinte:

"Quando eu brinquei lá e me referi que os times do Nordeste são um lixo, são uma porcaria, é tecnicamente falando. Eu não desrespeitei nenhum território do Nordeste. Muito pelo contrário. Minha sogra é cearense, o pessoal da minha família, uma parte, é tudo do Nordeste."

Vocês estão de brincadeira de ficar pegando pesado no meu pé em relação a isso. Se alguém se sentiu ofendido, eu peço desculpas", afirmou o comentarista.

Logo no início, perceberam?

"Quando eu BRINQUEI lá"

Então, era brincadeira?

Não era sério?

Ele pensa isso mesmo?

Não era jornalismo?

Tanto faz?

E o respeito à profissão?

É o que temos hoje em muitos lugares.

Brincalhões sem nenhum compromisso com a realidade, com o jornalismo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon