PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

Abel e Diniz trabalham duro e não reclamam do elenco

Abel Braga comanda o Inter de olho na disputa pelo título do Brasileiro - Ricardo Duarte/Inter
Abel Braga comanda o Inter de olho na disputa pelo título do Brasileiro Imagem: Ricardo Duarte/Inter
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

20/01/2021 16h18

Abel Braga e Fernando Diniz estão mostrando algo muito importante no Brasileirão: não reclamam de "elenco curto", não pedem reforços e buscam soluções possíveis.

Se Pablo, Trellez e Carneiro vai mal, Diniz escala Brenner. Se Hernanes não desencanta, ele vai com Sara e Igor Gomes. Se a zaga falha, ele descobre a nova posição de Leo Pelé.

Se perde Galhardo, Abel vai com Yuri Alberto e Caio Vidal. E lança Praxedes. E arruma a defesa com Moledo em lugar de Zé Gabriel. Pena que Moledo tenha se contundido. E Abel terminou com a dúvida entre Musto e Lindoso. Como? Escalando Rodrigo Dourado.

Em campo, cada um tem seu estilo. No dia a dia, a seriedade é característica comum.

Menon