PUBLICIDADE
Topo

Germán Cano é o tipo de contratação ideal para São Paulo e Corinthians

Germán Cano comemora seu primeiro gol com a camisa do Vasco, feito sobre o Boavista, na Taça Guanabara - Rafael Ribeiro / Vasco
Germán Cano comemora seu primeiro gol com a camisa do Vasco, feito sobre o Boavista, na Taça Guanabara Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

03/07/2020 04h07

A pandemia arrasou, como um furacão, com as finanças de times como São Paulo e Corinthians. É preciso tomar muito cuidado com os próximos passos ou a debacle pode ser enorme.

O São Paulo está sendo cauteloso. Fechou as torneiras e não contratou ninguém. E vendeu Antony. O Corinthians trouxe Jô e sonha com Tevez. Abriu mão de Love.

Um elenco sempre precisa ser reciclado. A maneira correta no momento atual é buscar com muito cuidado.

Germán Cano, do Vaso é o grande exemplo. Fez nove gols em 13 jogos. No Independente de Medellin, teve 35 gols em 39 partidas.

E custou zero.

Estava sem contrato na Colômbia e o Vasco fez a prospecção corretíssima. Acredito que fará mais gols que Pato e Pablo.

Outro exemplo foi Guarín, também do Vasco, que estava na China. O problema é que deseja sair.

O São Paulo teve um grande acerto com Bruno Alves. E com Igor Vinícius. O Corinthians, há alguns anos, com Paulinho e Ralf.

Os clubes têm um grupo de analistas de desempenho. Precisam mostrar serviço.

Menon