PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Bolívia Zica


Vetar a camisa 24 não é só uma piada de tiozão do pavê

Cássio com a camisa 24 durante campanha da Libertadores de 2012 - Helio Suenaga/LatinContent via Getty Images
Cássio com a camisa 24 durante campanha da Libertadores de 2012 Imagem: Helio Suenaga/LatinContent via Getty Images
Bolívia Zica

Jornalista de formação, amante do futebol por paixão e corneteiro por vocação. Apresentador do canal Desimpedidos. Comanda o Bolívia Talk Show.

10/01/2020 15h48

A piada é antiga. Velha. Fora de tempo e espaço. Mas a diretoria do Corinthians não só acha graça como também leva a sério ao ponto de transformá-la em proibição. Sabe a brincadeira com o número do veado no jogo do bicho? Pois é. Hoje teve gente passando vergonha em nome do Corinthians na apresentação do volante Cantillo.

"Camisa 24 aqui, não", disse um sorridente Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol. Achou que estava sendo o engraçadão da coletiva. E o que parecia ser mais uma piada do tiozão do pavê logo se mostrou muito mais do que isso, como o próprio jogador revelou. "Me avisaram que eu não poderia usar a 24 aqui, mas o número não importa".

O jogador sempre jogou com esse número na Colômbia. E foi proibido pela diretoria de um gigante do futebol brasileiro por conta de uma velha brincadeira de 5ª série. Imagina o diretor do Corinthians tentando explicar pra um estrangeiro que ele não vai poder usar a camisa 24 porque é o número do animal veado em um popular jogo clandestino? Bizarro.

Não existe nenhuma explicação razoável pra esse vacilo. A galera do "deixa de mimimi" pode até considerar apenas mais uma piadinha de tiozão, como vi muitos falando no Twitter. Mas nem isso é possível, já que o próprio jogador entregou que foi proibido. O clube agora diz que ele vai usar a 8 em alusão ao número do Rincón. Mas o amadorismo e a infantilidade ficaram evidentes.

Duílio, a camisa 24 foi a que o goleiro Cássio usou na campanha invicta da Libertadores 2012. Duílio, o Corinthians se orgulha de ser um clube inclusivo. Sempre faz campanhas contra todo tipo de preconceito. Inclusive contra a homofobia, que é crime. Duílio, você deu mil passos pra trás, na direção oposta do posicionamento do clube que você representa. Duílio, meu filho, você foi mal demais.

Bolívia Zica